Tendências

Segurança digital é prioridade para desenvolvimento de veículo inteligente

Segundo pesquisa da Irdeto e da Frost & Sullivan, indústria automotiva deve aumentar investimento em segurança cibernética para proteger veículos inteligentes de hackers

Fabricantes de veículos e seus principais fornecedores aumentarão seus investimentos em segurança cibernética, nos próximos três anos, com o objetivo de diminuir ataques de hackers aos chamados veículos inteligentes. Pesquisas recentes da Frost & Sullivan mostraram que a crescente implantação de recursos digitais nos veículos atuais levará a indústria automotiva a investir US$ 82,01 bilhões até 2020 em tecnologias avançadas. O levantamento mostra ainda que os gastos da indústria automotiva com segurança cibernética dos carros devem aumentar a uma taxa anual de crescimento de 24,4% entre 2015 e 2025.

“Com a expectativa de crescimento dos investimentos em digitalização e conectividade, toda a cadeia do setor automotivo precisa considerar a segurança cibernética desde o planejamento do novo carro, para manter os motoristas rodando seguros”, Daniel Thunberg

Um dos novos desafios do mercado automotivo é o aumento da conectividade no veículo (recursos digitais para entretenimento, telefonia celular, reconhecimento de voz, navegação). Embora essencial para satisfazer o consumidor, esta conectividade também traz vulnerabilidades ao veículo, que podem ser exploradas por invasores cibernéticos. Os hackers podem acessar e controlar remotamente componentes do veículo, como travas, operações de inicialização e parada do motor, ou coletar dados do usuário pelo sistema a bordo.

“Já foram reportados diversos ataques cibernéticos contra empresas automotivas nos últimos anos e estes ataques representam só uma pequena parte dos verdadeiros riscos”, disse Niranjan Manohar, Gerente de Programa de Conectividade e Internet das Coisas (IoT) no Setor Automotivo da Frost & Sullivan.

“A indústria automotiva demanda uma solução ampla, cobrindo hardware, software, rede e segurança na nuvem. A experiência em segurança da Irdeto traduz perfeitamente as ameaças na indústria automotiva. Hackers e criminosos cibernéticos empregam novas estratégias para explorar vulnerabilidades nos carros de hoje”, afirmou Daniel Thunberg, principal executivo global em setor automotivo da Irdeto. “Com a expectativa de crescimento dos investimentos em digitalização e conectividade, toda a cadeia do setor automotivo precisa considerar a segurança cibernética desde o planejamento do novo carro, para manter os motoristas rodando seguros”.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos