Mercado

Qintess aprimora sistema de dados digitais de logística de suprimento da Copel

Empresa promove melhorias no processo de extração de informações da Companhia Paranaense de Energia, simplificando envio de dados para o Tribunal de Contas estadual

Aumentar a agilidade com a automação das operações, mitigando possíveis erros e inconsistências no uso das aplicações digitais. Com este foco, a Qintess, uma das principais fornecedoras de serviços de tecnologia do Brasil, anuncia a conclusão do projeto SEI-CED 2, dedicado à melhoria do sistema de extração de dados da Companhia Paranaense de Energia (Copel). Realizada em pouco mais de três meses, a ação simplifica o envio de informações do sistema interno da companhia ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), reduzindo a demanda por ações manuais durante o processo.

“O grande foco do projeto foi a adequação da extração de dados e envio de informações sobre licitações e contratos para o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, o que levou à melhoria das funcionalidades do ERP utilizado pela área de logística de suprimento da Copel. Esse foi o ponto inicial dessa ação”, diz Henrique Claro, Diretor Executivo da Qintess.

Ao todo, a ação envolveu mais de 200 tópicos, entre medidas de atualização de software, redefinição de configurações e ajustes específicos para otimizar o desempenho da aplicação 

Segundo o executivo, o principal desafio na realização da iniciativa foi entender as necessidades específicas da operação e endereçar as melhores opções para cada caso. “Na Copel, encontramos processos que demandavam alto grau de customização das ferramentas do ERP”, observa. Ao todo, a ação envolveu mais de 200 tópicos, entre medidas de atualização de software, redefinição de configurações e ajustes específicos para otimizar o desempenho da aplicação.

Para a Copel, o aprimoramento do sistema traz agilidade e reduz o risco de possíveis penalizações por erros na transferência dos dados, além de liberar capital humano para tarefas mais estratégicas e importantes para o dia a dia da companhia. “Este projeto marca mais um passo na transformação digital de nossa operação, que tem o compromisso de ser cada vez mais inteligente e assertiva. As melhorias nas funcionalidades do ERP utilizado na área de suprimentos e logística nos ajudará a ser mais rápidos e eficientes”, diz Anelise Prado, Gestora de TI da Copel.

De acordo com análises preliminares, a melhoria da plataforma será capaz de tornar o processo de envio de dados mais rápido. “Os ajustes visaram melhorar a qualidade das informações registradas e a confiabilidade do sistema para a emissão de relatórios gerenciais, bem como minimizar possíveis impactos junto ao órgão de controle externo”, afirma Guilherme Placha Tambosi, Líder do Projeto da Copel.

Outro ponto de destaque foi a antecipação da entrega de valor para os usuários. “Em pouco mais de três meses conseguimos completar as entregas. Além disso, a equipe composta por Copel e Qintess trabalhou com uma estratégia bastante efetiva de priorizar os pontos mais críticos e complexos para nossa operação”, diz Tambosi.

Para isso, a Qintess utilizou os princípios da Metodologia Ágil, garantindo entregas mais constantes e extrema colaboração com o time do cliente. “Dividimos as demandas em blocos e trabalhamos os itens prioritários primeiro. Fizemos quatro blocos de entrega, cada um com atualizações e aprimoramentos específicos”, explica Henrique Claro, Diretor Executivo da Qintess.

As entregas atenderam as regras definidas para o desenvolvimento de software ERP no processo “Prover e Manter Software” da STI/Copel. O atendimento a essas regras garante conformidade aos controles internos aderentes à Lei Sarbanes-Oxley e somente é possível com o envolvimento de profissionais das diversas áreas da STI.

“Vale destacar que isso exigiu uma grande parceria de nossos times. A Copel já conhecia a capacidade da equipe que estava à sua disposição, pois somos parceiros desde 2012, apoiando a sustentação do SAP ERP por meio de atendimento com time presencial e serviços remotos (AMS) e atuando na implementação de projetos SAP. Temos certeza de que podemos contribuir ainda mais para a transformação digital da empresa”, diz Natália Losani Buss, Gerente do Projeto da Qintess.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos