Mercado

Programa para desenvolvimento de startups é inaugurado em Santa Catarina

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) divulgou os nomes das nove startups selecionadas para integrar a primeira turma do programa StartLab

As startups Ritmo do Esporte, LotsApp, Ekko Cubed, TechxBIM, Gestaum, Certul, FluidAPI, Fazenda Cheia e Vibe foram as nove selecionadas para a primeira turma do programa StartLab, da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE). O programa visa oferecer apoio ao desenvolvimento de startups em fase inicial e a times de inovação de médias e grandes empresas associadas e é composto por duas modalidades. A Start é voltada para empresas em fase de ideação de suas soluções, e a Connection a times de inovação de empresas consolidadas que buscam aproximação com o ecossistema e um ambiente de trabalho dinâmico e criativo.

Integrante da modalidade Start, a Ritmo do Esporte, solução de gestão digital para competições esportivas, foi a primeira startup selecionada para o StartLab. “Com o programa, temos a oportunidade de repensar a empresa, nos aproximando de um ecossistema de inovação que oferece um ambiente para criarmos soluções tecnológicas ainda mais relevantes para o esporte”, afirma Luciano Marin de Oliveira, CEO da startup.

“A inauguração do programa foi um momento de integração entre as startups selecionadas e uma oportunidade para se apresentarem ao ecossistema de inovação de Florianópolis”, afirma Natália Ferreira, gerente de programas estratégicos da ACATE. Ecossistema este que foi o que atraiu a amazonense LotsApp, que desenvolve tecnologias para auditar o fluxo da cadeia agrossilvipastoril. “O StartLab e sua metodologia ajudam os empreendedores nesta fase tão difícil que é a validação do negócio, suprindo dúvidas e necessidades que surgem durante a jornada inicial do empreendedor. Estar pela primeira vez em contato com este ecossistema nos fez perceber que fizemos a escolha certa”, celebra Mateus Bonadiman, CEO da LotsApp.

O StartLab ficará localizado no CIA Sapiens Parque, em Florianópolis, e abrigará, além de startups em fase inicial, times de inovação de grandes empresas que já reconhecem a importância de integrar o ecossistema de inovação. “Para o Sapiens, o StartLab vem para abrilhantar ainda mais o ecossistema do parque. Conectados a empresas tecnológicas, universidades, Federação de Indústria e outros agentes de inovação, o StartLab torna-se parte integrante dessa cadeia de desenvolvimento”, finaliza Marcos Sabino, Secretário Executivo Assuntos Institucionais do Sapiens Parque.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos