Tendências

Procon-SP já está de olho na Black Friday e orienta consumidores

Ação ocorre em estações do Metrô, CPTM, Terminais e shoppings

Especialistas em defesa do consumidor do Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, estarão nesta sexta-feira (18/10), entre 10 e 14 horas em estações do Metrô e da CTPM para orientar os consumidores sobre a Black Friday — evento em que estabelecimentos prometem descontos na última sexta-feira de novembro.

Durante a ação, os consumidores receberão orientações sobre a importância de pesquisar com antecedência antes de comprar, como fazer denúncias em caso de oferta enganosa e reclamar seus direitos nos canais de atendimento do órgão.

Nas compras feitas em sites, após escolher o produto ou serviço, o consumidor deve verificar se o preço será alterado no carrinho virtual ou se o valor do frete é muito mais alto que o habitual  

Os especialistas estarão nas estações Sé, Santana, Ana Rosa, Trianon — Masp, Palmeiras – Barra Funda, Corinthians – Itaquera, Vila Madalena, Santos — Imigrantes, Santo André e Tamanduateí (as duas últimas da CPTM).

No sábado, dia 19/10, o Procon-SP orientará os consumidores no Shopping Pátio Higienópolis.

O Procon-SP já realizou ações semelhantes no Shopping Mais e nos terminais Jabaquara e Diadema, da EMTU.

As ações ocorrerão até o dia 22 de novembro.

Dicas
Recomenda-se que o consumidor faça uma lista do produto ou serviço que precisa ou deseja e estipule um limite de gasto, evitando assim gastar mais do que o previsto. Importante também fazer uma pesquisa de preços por meio de aplicativos e sites de comparação de preços.

Observar o prazo de entrega e informar-se antecipadamente sobre a política de troca da empresa são atitudes que ajudam a evitar problemas.

O consumidor deve evitar clicar em links e ofertas recebidas por e-mail ou redes sociais, fazendo sempre a consulta da página oficial da loja, de preferência digitando o endereço do site.

Os produtos expostos nas vitrines devem apresentar o preço à vista e, se vendidos a prazo, o total a prazo, as taxas de juros mensal e anual, bem como o valor e número das parcelas.

Qualquer produto, nacional ou importado, deve apresentar informações corretas, claras e em língua portuguesa sobre suas características, qualidade, quantidade, composição, preço, garantia, prazo de validade, origem, além dos riscos que possam apresentar à saúde e segurança dos consumidores.

Nas compras feitas em sites, após escolher o produto ou serviço, o consumidor deve verificar se o preço será alterado no carrinho virtual ou se o valor do frete é muito mais alto que o habitual.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, em compras feitas fora do estabelecimento, o consumidor tem 7 (sete) dias para “se arrepender”, cancelar a compra, devolver o produto e pedir o dinheiro de volta (o prazo passa a contar da data da compra ou da entrega do produto).

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos