Carreira

Primeiro programa brasileiro de capacitação digital para a economia 4.0

Inscrições abertas. São dez programas de aperfeiçoamento em áreas como Tecnologia BIM, Inteligência Artificial e Segurança Cibernética para engenheiros, arquitetos, urbanistas e profissionais de TI

O DOT digital group se associou à empresa de soluções educacionais P500 para colocar no mercado o primeiro programa de educação continuada digital do Brasil, a E²D500, focado exclusivamente em cursos voltados para a formação de profissionais capazes de atuar na economia 4.0, que tem como base a Transformação Digital. São dez programas de aperfeiçoamento, qualificação e certificação profissional em novas áreas do conhecimento – como Tecnologia BIM, Inteligência e Gestão de Dados, Segurança Cibernética, Internet das Coisas e Cidades Mais Humanas e Sustentáveis – para engenheiros, arquitetos, urbanistas, e profissionais do Direito, de Inteligência e Gestão de Dados e de TI, e também para coordenadores de cursos e docentes do ensino superior. A previsão é receber 4 mil inscrições já neste semestre, por meio do link https://www.e2d500.com.br/.

“Nos últimos 20 anos, houve a criação de centenas de cursos de graduação, em especial nas engenharias, com foco na quantidade e muito descolados das necessidades do mercado de trabalho. Nosso objetivo é melhorar a qualidade da educação superior brasileira, com base em uma estratégia focada em potencializar a formação 4.0 nas graduações que mais serão impactadas pelas transformações digitais, e cujos profissionais serão fundamentais para o país dar esse salto”, explica o engenheiro civil e professor universitário Aécio Lira, um dos fundadores da P500 Soluções Educacionais, junto com os também engenheiros e educadores Vagner Cavenaghi e Waldomiro Loyolla.

Os programas de capacitação, atualização e aperfeiçoamento são direcionados a profissionais recém saídos das universidades ou que já estejam no mercado de trabalho nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, onde os primeiros 40 polos foram estruturados. Até 2024, os sócios da E²D500 acreditam que esse número já terá crescido mais de dez vezes, chegando a 500 polos.

As capacitações ocorrerão por meio de cursos online e plataformas sociais e interativas, que formam o que é atualmente chamado de Nuvem de Aprendizado Pessoal (PLC – Personal Learning Cloud). Haverá monitoria e tutoria, realizadas por instrutores com alto nível de qualificação técnica.

“Queremos ser um divisor no modelo educacional brasileiro, tanto pela metodologia quanto pelos atores envolvidos nesse projeto. O portfólio de cursos tem tudo para causar enorme impacto no setor tecnológico, elevar a qualidade e a produtividade desses segmentos, aumentar as chances de empregabilidade dos profissionais – e consequentemente a sua renda – e ajudar o país a se tornar mais competitivo no cenário global”, afirma Rubens Oliveira, COO do DOT digital group.

A moderna metodologia de ensino-aprendizagem adotada nestes cursos permite que o aluno não só se capacite tecnicamente, mas que também desenvolva competências sócio-comportamentais, as chamadas soft skills, e aumente sua rede de relacionamento (networking).

“É um programa preparatório voltado aos profissionais-chave para darmos um salto estratégico do mundo 3.0 para o 4.0, que tem como característica principal ser baseado em computação excessiva de dados. Onde todo conhecimento, contexto de decisão e toda a aquisição de entendimento do ambiente, das cadeias disruptivas, ocorrem por meio da captação intensiva de dados, inteligência e gestão dessas informações. Sair do ponto A (3.0) para o B (4.0) vai exigir uma preparação intensa que hoje não é contemplada pelas escolas de ensino superior”, diz Lira, ressaltando que essa necessidade de evolução é ainda mais latente nas escolas de engenharia, sejam as públicas, privadas, com ensino presencial ou Ensino a Distância (EaD).

Segundo o engenheiro, a capacitação destes profissionais nestas novas áreas de conhecimento será capaz de promover impactos transformadores na servitização e na sustentabilidade dos negócios, nas áreas de energia, agro, cidades inteligentes, robótica e health care (na fusão das engenharias e medicina), todos eixos fundamentais da economia 4.0.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos