Tendências

Porto Alegre e Brasília têm download 4G mais rápido da América do Sul

O número crescente de assinantes, e em particular a quantidade de dados que consomem, pode exercer muita pressão sobre as redes, causando congestionamentos e diminuindo a velocidade

Os usuários de Internet 4G em Porto Alegre e Brasília contam com a melhor velocidade de download da América do Sul. É o que aponta novo relatório da Opensignal, empresa global e independente de análise móvel, comparando as velocidades de download e upload nas 25 principais cidades do continente. Foram analisados dados de mais de 500 mil dispositivos entre os dias 1 de maio e 30 de julho.

O Brasil domina completamente o ranking de velocidades de download, com cinco das seis melhores cidades. Porto Alegre e Brasília apresentaram velocidade média de 17,6 Mbps, seguidas pela única cidade não-brasileira no topo da lista, Trujillo (Peru), com 16 Mbps. São Paulo (15,6 Mbps), Curitiba e Rio de Janeiro (15,5 Mbps) aparecem logo abaixo.

No quesito velocidade de upload, as cidades brasileiras não tiveram o mesmo desempenho favorável. Lima, no Peru, lidera o ranking com média de 7,2 Mbps, seguida de Santiago (Chile), com 7 Mbps. Brasília tem o terceiro melhor índice (6,7 Mbps) e São Paulo aparece logo em seguida (6,6 Mbps) 

Apesar dos bons números, as diferenças regionais entre as metrópoles brasileiras são evidentes. Cidades do Norte e Nordeste, como Salvador, Manaus, Recife e Fortaleza, registraram velocidades médias bem abaixo das principais cidades do Sul e Sudeste.

“Esses dados mostram que as operadoras brasileiras ainda precisam considerar um aumento nos investimentos para melhorar a experiência móvel dos usuários do Norte e Nordeste”, avalia Kevin Fitchard, diretor de análises da Opensignal.

No quesito velocidade de upload, as cidades brasileiras não tiveram o mesmo desempenho favorável. Lima, no Peru, lidera o ranking com média de 7,2 Mbps, seguida de Santiago (Chile), com 7 Mbps. Brasília tem o terceiro melhor índice (6,7 Mbps) e São Paulo aparece logo em seguida (6,6 Mbps). A velocidade de upload é um quesito importante para identificar a verdadeira experiência do usuário de aplicativos como o Instagram ou o WhatsApp, e essa diferença em relação à velocidade de download pode ser explicada pelo número de usuários em cada local.

“O número crescente de assinantes, e em particular a quantidade de dados que consomem, pode exercer muita pressão sobre as redes, causando congestionamentos e diminuindo a velocidade. As operadoras móveis também precisam gerenciar seus recursos que muitas vezes são escassos e, às vezes, priorizam os canais de downlink para melhorar as velocidades de download, comprometendo as velocidades de upload”, explica Kevin Fitchard.

As cidades venezuelanas são o destaque negativo do relatório, com suas duas representantes (Maracaibo e Caracas) apresentando os piores resultados tanto em velocidade de download quanto de upload. O país, que passa por uma profunda crise econômica e humanitária, ainda possui a maior parte dos seus dispositivos conectados em redes 3G, na contramão dos vizinhos sul-americanos que já têm o 4G desenvolvido e estudam a implementação das redes 5G nos próximos anos.

Confira o relatório completo: www.opensignal.com/blog/2019/09/09/brazil-excels-among-south-americas-fastest-mobile-cities

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Aruba

Agenda & Eventos