Tendências

Pesquisa da BMC: empresas globais operam com menos de 40% de seu potencial digital

A ferramenta foi projetada para ajudar uma empresa a medir sua competitividade digital e identificar áreas de oportunidade, com uma estrutura documentada para o sucesso futuro

arquivos digitaisA BMC, empresa global em soluções de software para a Autonomous Digital Enterprise (ADE – Empresa Digital Autônoma), anunciou hoje(08/03), os resultados completos de sua pesquisa de TI corporativo global “A Empresa Digital Autônoma: Uma Abordagem Estratégica para Medir e Melhorar a Competitividade Digital” e a disponibilidade da ferramenta interativa ADE Index. A ferramenta foi projetada para ajudar uma empresa a medir sua competitividade digital e identificar áreas de oportunidade, com uma estrutura documentada para o sucesso futuro.

A BMC contratou a 451 Research, uma empresa da S&P Global, para avaliar a percepção do mercado e o estado de preparação necessários para navegar em uma era de inteligência, automação e autonomia para se tornar um ADE. Conduzida no final de 2020, a pesquisa obteve insights de 1.200 empresas e tomadores de decisão de TI em mais de 20 setores em 11 países, e em organizações que tinham pelo menos 500 funcionários com receita anual acima de US$ 100 milhões.

Funções Corporativas alinhadas com a tecnologia ficou em quarto lugar, demonstrando que as habilidades humanas e digitais precisam se alinhar rapidamente  

Os insights apontam que:
As empresas globais atualmente praticam cerca de dois quintos do que é necessário para funcionar como uma ADE. Embora todos os modelos operacionais e princípios de tecnologia de uma ADE sejam praticados atualmente pelas organizações pesquisadas, as três principais áreas de foco corporativo atraem a maior parte do investimento e incluem tornar-se um negócio orientado a dados, compra de tecnologia otimizada e domínios de negócios digitais.

O Índice Global ADE deve aumentar de 39,3% para 46,1% nos próximos dois anos, indicando um reconhecimento de empresas ao redor do mundo por investir de maneira mais pesada em soluções de tecnologia empresarial que aumentam a competitividade digital.

Em dois anos, as principais áreas de foco empresarial continuam a incluir negócios orientados a dados com um foco adicional em segurança cibernética adaptativa e uma experiência transcendente do cliente. Funções Corporativas alinhadas com a tecnologia ficou em quarto lugar, demonstrando que as habilidades humanas e digitais precisam se alinhar rapidamente.

Os entrevistados da América Latina relataram um aumento projetado de pontuação no Índice ADE para 52% em dois anos – o maior salto em todas as regiões -, o que significa uma forte vontade de fazer investimentos em tecnologia e processos para se tornar um ADE.

Avaliando a maturidade digital para funcionar e reinventar
Um ADE é o estado futuro das empresas, que compreende sistemas criadores de valor inteligentes, interconectados e habilitados para tecnologia que minimizam o esforço manual para capitalizar a criatividade, as habilidades e o intelecto humanos em toda a empresa. A ferramenta ADE Index oferece às organizações uma maneira de medir sua própria maturidade e sofisticação digital em relação ao grupo original de entrevistados e abre o diálogo sobre como melhorar a competitividade digital em todo o modelo operacional ADE e princípios de tecnologia.

“O Índice ADE desenvolvido a partir desta pesquisa chega em um momento crucial para o cenário empresarial global, pois atingir a excelência operacional por meio de tecnologias automatizadas é uma necessidade imediata”, disse Carl Lehmann, Analista de Pesquisa Sênior da 451 Research. “Esta pesquisa mostra que áreas como segurança são uma prioridade de investimento e a capacidade de se avaliar em relação aos pares pode ser vantajosa para a integração deliberada de uma empresa do que é necessário para se adaptar e competir.”

“2020 forçou quase todas as empresas em todo o mundo a acelerarem seus esforços de Transformação Digital e, ao apertar o botão de redefinição de prioridades, orçamentos e cronogramas em toda a organização, todos sabemos que ser digitalmente competitivo agora é obrigatório”, disse Ram Chakravarti, Chief Technology Officer da BMC. “Esta pesquisa mostra que as empresas estão apenas arranhando a superfície de seu potencial como ADE. Juntamente com nossa ferramenta ADE Index, estamos empolgados em compartilhar uma maneira prática para uma empresa avaliar onde está em sua jornada ADE e, em última análise, ajudá-la a criar um caminho claro para prosperar e competir bem no futuro.”

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos