Destaque Gestão

Parceria entre Systax e Simplus tem foco na mitigação de riscos fiscais

Neste primeiro momento, os supermercadistas e farmacêuticos são o público-alvo da parceria que une conhecimentos de tecnologia e de inteligência fiscal

Conectando mais de 1.200 indústrias com mais de 350 varejos, de forma automatizada, a Simplus é uma empresa de tecnologia que captura, valida, faz a gestão e a distribuição automática de informações e imagens produtos. Consiste em uma ferramenta para automação de processos de cadastro, lançamentos, atualizações e inativações de produtos.

A corporação anuncia parceria com a Systax, empresa de inteligência fiscal e única a organizar acervo com 18 milhões de situações tributárias, com o objetivo de apoiar o cliente final na mitigação de riscos tributários. “A Simplus captura e valida, em média, 160 informações por produto, incluindo dados fiscais, como NCM e CEST. Inicialmente, só atuávamos com o varejo supermercadista, mas como expandimos para o setor farmacêutico, surgiu a necessidade de buscar um parceiro fiscal que atendesse ambas as áreas. Como a Systax é uma empresa forte no mercado, firmamos a parceria”, diz Wellington Machado, CEO da Simplus. A companhia já atende indústrias de bens de consumo, como, por exemplo, Coca-Cola, Unilever, 3M, GSK, Choco Leite, Danone, Frimesa e Heineken.

Nossa atuação em conjunto com a Simplus é essencial na revisão das informações coletadas sobre a tributação. Dessa forma, evitamos que chegue ao ponto de penalidades ou pagamentos indevidos, prejudiciais para a saúde fiscal de qualquer organização     

Segundo Jerson Prochnow, CEO da Systax, a parceria é fundamental no sentido de apoiar o cliente final a evitar possíveis penalidades. “Nossa atuação em conjunto com a Simplus é essencial na revisão das informações coletadas sobre a tributação. Dessa forma, evitamos que chegue ao ponto de penalidades ou pagamentos indevidos, prejudiciais para a saúde fiscal de qualquer organização”, comenta.

Neste primeiro momento, os supermercadistas e farmacêuticos são o público-alvo da parceria. “Do lado da Simplus, capturamos as informações fiscais dos produtos e enviamos para que a Systax valide esses dados e nos devolva. Essa ação tem como objetivo prevenir o pagamento equivocado de tributos e até mesmo de multas. A NCM dos produtos cadastrados na Simplus é monitorada para que, em caso de mudanças, o fornecedor seja notificado”, explica Machado.

Para se ter uma ideia, trazendo um exemplo prático do dia a dia, a NCM de uma barra de cereal pode mudar completamente dependendo de suas características; possuir chocolate ou não já seria um motivo para ter uma NCM diferente. A classificação fiscal é tão importante que deve ser analisada com cautela de acordo com o tipo do produto. E é nesse sentido que a parceria entre Systax e Simplus poderá apoiar as empresas a evitarem possíveis riscos fiscais.

 

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos