Canal de Distribuição Destaque

Parceiros do Google Cloud crescem 35% ao ano

Estudo realizado pela IDC mostra o crescimento e as oportunidades da plataforma no mundo e no Brasil

Os parceiros do Google Cloud estão se beneficiando e abraçando o aumento na adoção da nuvem pública. Esse fato foi validado pelas conclusões de uma pesquisa da consultoria IDC (Partner Opportunity in a Cloud World: How Partners Are Winning in the Google Cloud Economy) com parceiros globais da plataforma, que revelou uma média no crescimento anual de 35% na receita com negócios; e 20% dos entrevistados citaram um crescimento ainda maior, de 75% ou mais.

Combinando essa taxa de crescimento com uma margem média de 34% que os parceiros adicionam em seus próprios PIs (propriedade intelectual, que inclui serviços e softwares criados e vendidos por parceiros) nas ofertas do Google Cloud, chega-se à conclusão de se trata de um negócio bastante rentável. Claro que a margem de PI do parceiro irá variar muito entre serviços baseados em projetos, serviços gerenciados e software, mas muitos parceiros estão atuando em várias frentes.

O estudo diz ainda que a margem líquida de oportunidades vão somar US$ 121 bilhões até 2025, 27% ficarão com as revendas  

Isso ajuda a enquadrar o foco e a estratégia do parceiro do Google Cloud, que é garantir que os recursos digitais sejam distribuídos entre seus clientes por meio de uma combinação de PI de parceiro e uma ampla variedade de ferramentas e soluções específicas para nuvem em modernização de aplicativos, dados gerenciamento, análise inteligente, modernização da infraestrutura, segurança, inteligência artificial, produtividade e colaboração.

De acordo com a IDC, para cada US$ 1 de tecnologia do Google Cloud vendido em 2020, os parceiros vão gerar US$ 5,32, predominantemente por meio de seus próprios serviços e softwares, mas também da margem de revenda. Em 2025, esse número chegará a US$ 7,54. Este é o valor criado nas empresas parceiras com base em seu relacionamento com a plataforma.

Na América Latina, espera-se que os parceiros gerem US$ 5,94 em receita para cada US$ 1 de produtos Google Cloud vendidos, aumentando para US $ 8,91 até 2025.

No Brasil, os parceiros devem gerar US$ 5,39 em receita para cada US$ 1 vendido, aumentando para US$ 8,96 até 2025.

O estudo diz ainda que a margem líquida de oportunidades vão somar US$ 121 bilhões até 2025. Serviços de TI e nuvem criados e vendidos por parceiros representarão 52% do montante e 27% ficarão com as revendas.

Para a IDC, 50% dos parceiros do Google Cloud estão no estágio final de maturidade digital e mais de um terço deles integraram totalmente o digital em suas estratégias e negócios. Isso significa que os clientes podem confiar nesses nesses parceiros para trazer conhecimento muito forte em tecnologias e soluções de nuvem modernas.

Servico
www.idc.com

 

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos