Gestão

Pagamentos no WhatsApp chegam ao Brasil

Brasil é o primeiro país a receber a ferramenta que permite que usuários do WhatsApp transfiram dinheiro e paguem por produtos e serviços dentro do aplicativo

Após uma longa espera, o Brasil é o primeiro país a liberar pagamentos no WhatsApp, permitindo que usuários transfiram dinheiro para seus familiares e amigos, além de pagar por produtos e serviços de empresas tão facilmente quanto enviar uma foto. A função de pagamentos no WhatsApp estará disponível gradualmente nas próximas semanas.

“Estamos muito animados por disponibilizar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro não poderia ser mais importante em um momento como esse”, disse Matt Idema, diretor de Operações do WhatsApp. “Pequenas empresas são fundamentais para o País. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira.”

Inicialmente, será possível usar cartões de débito ou crédito do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi nas redes Visa e Mastercard – em parceria com a Cielo, a principal processadora de pagamentos no Brasil. Criamos um modelo aberto para receber mais parceiros no futuro.

As transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis

Os pagamentos no WhatsApp são ativados pelo Facebook Pay para que, no futuro, as pessoas e empresas possam usar os mesmos dados de cartão em toda família de aplicativos do Facebook. As transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis.

O WhatsApp pretende expandir os pagamentos para outros países em breve.

Como funciona
As transferências de pessoa para pessoa podem ser feitas com cartões de débito ou combo suportados, e não com cartões de crédito. As pessoas podem enviar até R$ 1000 por transação, receber 20 transações por dia com um limite de R$ 5000 por mês. O pagamento para as empresas pode ser efetuado tanto com os cartões de débito quanto os de crédito sem limites. Somente transações dentro do Brasil e na moeda local são autorizadas. Os consumidores são isentos de taxas ao realizar transferências ou compras.

Ao vincular uma conta Cielo existente ou criar uma nova e habilitar o Facebook Pay, as pequenas e médias empresas que usam o aplicativo WhatsApp Business podem solicitar e receber pagamentos ilimitados de crédito ou débito, oferecer reembolsos e obter suporte 24/7. Os comerciantes pagam uma taxa fixa competitiva de 3,99% por transação.

Serviço
www.whatsapp.com/payments/br

Nossos parceiros
Paulo Caffarelli, presidente da Cielo

“A Cielo está orgulhosa de participar desse projeto histórico, que vai simplificar a vida das pessoas e impulsionar negócios pelo WhatsApp, aplicativo presente em milhões de smartphones no país. A tecnologia vai tirar milhares de empresas da informalidade e ajudar na inclusão financeira. O lançamento do serviço torna-se ainda mais importante para superarmos o momento delicado provocado pela pandemia. Com a solução oferecida, a Cielo inaugura um novo momento no mercado de pagamentos, que vai muito além da maquininha, e prova que a inovação está no nosso DNA”.

Edson Costa, diretor de Meios de Pagamentos do Banco do Brasil
“Inovar com foco na experiência do cliente é nossa prioridade. Os clientes do Banco do Brasil já podiam utilizar o WhatsApp para realizar transações bancárias, como consulta de saldos e liberação do cartão. Oferecer uma solução de pagamento pelo aplicativo era o próximo passo esperado. Além de ser uma ação inovadora, a solução possibilita reduzir a circulação de papel moeda, trazendo segurança e comodidade aos nossos clientes”.

David Vélez, fundador e CEO do Nubank
“Assim como o Nubank, WhatsApp se tornou um forte aliado para reduzir a complexidade na vida das pessoas. Com uso de tecnologia, nós encurtamos a distância física que deixava milhões de brasileiros sem acesso a serviços financeiros. Agora, nossos clientes poderão fazer pagamentos no WhatsApp com a mesma facilidade com que conversam com os amigos e sem pagar nada a mais por isso. Com a parceria, tornaremos a experiência dos nossos clientes ainda mais completa, simples e conveniente”.

Cidmar Stoffel, diretor executivo de Produtos e Serviços do Sicredi
“Temos como uma de nossas premissas proporcionar novas soluções de pagamento e experiências aos associados por meio da digitalização. Desenvolvemos uma série de projetos que nos colocam na vanguarda das inovações do sistema financeiro nacional, e esta é mais uma demonstração disso”.

Jack Forestell, responsável global de produtos da Visa 
“A aceleração das compras digitais em resposta à pandemia mudou a maneira como vivemos, trabalhamos e compramos. Criar soluções simples e seguras para pessoas e pequenas empresas pagarem e serem pagas em plataformas que já estão conectadas digitalmente é mais importante agora do que nunca. Estamos entusiasmados em trazer essa experiência para o WhatsApp.”

João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard Brasil e Cone Sul
“Como empresa de tecnologia de pagamento, trabalhamos para trazer novos produtos para promover a inclusão financeira de maneira segura, prática e fácil para transações contínuas. Essa parceria com o Facebook, mostra nossa capacidade de revolucionar as opções de envio e recebimento de dinheiro no Brasil, mantendo as necessidades de nossos clientes na vanguarda de nossa estratégia e apoiando pequenas empresas locais.”
Confira os links dos tutoriais:

Usuários
Como enviar dinheiro: https://youtu.be/7E14FjCEoBU
Como habilitar os pagamentos por meio do Facebook Pay: https://youtu.be/NUCNUWxnhng

Comerciantes
Como habilitar os pagamentos no WhatsApp Business: https://youtu.be/GbpLFbUFe0c

Mais materiais de apoio:

Screenshots, B-roll, histórias e fotos de usuários nesse link:
https://drive.google.com/drive/folders/1bRDfV_rS3hasl0SlWMhKEehjpfSLIZtD?usp=sharing

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos