Mercado

Oystr oferece conceito de marketplace de RPAs

Desde sua fundação, em 2014, a startup vem desenvolvendo a Automação de Processos Robóticos para apoiar escritórios de advocacia e departamentos jurídicos

Com o objetivo de tornar o dia a dia dos profissionais do Direito mais ágil, a Oystr, desenvolvedora de robôs inteligentes para a integração de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos, vem operando desde 2014. Com soluções que ajudam seus usuários a interagirem com diferentes sistemas, como com tribunais e portais eletrônicos, bem como com os sistemas de seus clientes, a startup aponta crescimento expressivo nos últimos anos, alcançando a marca de 1.289% desde dezembro de 2015, quando chegou ao seu ponto de equilíbrio, ou breakeven.

Ao atuar como especialista em Robotic Process Automation, RPA, ou Automação de Processos Robóticos, a Oystr oferece um novo conceito de marketplace de robôs, voltado integralmente para os departamentos jurídicos, no modelo de Software como serviço, SaaS. De acordo com Rafael Caillet, CEO da Oystr, já foram mais de 500 robôs desenvolvidos desde o início da empresa. “Nossos robôs simulam atividades mais rotineiras, mecânicas e burocráticas no dia a dia dos setores jurídicos. Deste modo, os profissionais podem atuar de maneira mais estratégica, desenvolvendo novas atividades e advogando, o que é o mais importante”, explica.

Para o desenvolvimento de um novo robô, são levados cerca de cerca de 5 a 20 dias, dependendo de sua complexidade, sempre personalizado para cada cliente e suas necessidades

Hoje, a Oystr conta com uma média de 120 clientes e, entre as demandas mais recorrentes, está os serviços de protocolo e intimação eletrônica, bem como a integração entre sistemas, quando o escritório tem de alimentar o sistema de gestão do departamento jurídico do seu cliente. “Oferecemos uma plataforma totalmente digital, que possui grande facilidade e integração no uso. Além disso, nossos robôs são personalizados, atendendo às particularidades de cada usuário”, afirma Caillet. De acordo com o executivo, para o desenvolvimento de um novo robô, são levados cerca de cerca de 5 a 20 dias, dependendo de sua complexidade, sempre personalizado para cada cliente e suas necessidades.

Por se tratar de uma plataforma integrada na nuvem, um dos principais diferenciais da Oystr é não contar com investimento em infraestrutura, tornando sua solução mais acessível. Além disso, todos os seus robôs podem ser integrados via API, sem a necessidade de envolver qualquer equipe de desenvolvimento durante a implementação ou o projeto. “Contamos com um time de 20 pessoas que possui toda a expertise para desenvolver soluções personalizadas para os nossos clientes. A Oystr utiliza a tecnologia com o propósito de tornar o dia a dia do profissional do Direito mais ágil e eficiente”, finaliza o CEO.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos