Gestão

O papel da tecnologia 3DS 2.0 na aceleração do comércio online

O protocolo de autenticação de transações online ajuda na entrada do débito no e-commerce e apps, traz mais segurança e apoia a conversão de vendas

Com o súbito crescimento do comércio online ocasionado pela pandemia da Covid-19, soluções que já estavam presentes na rotina de grandes varejistas têm sido cada vez mais essenciais. Disponível no mercado desde o ano passado, a atualização do protocolo de autenticação 3DS 2.0 é uma dessas tecnologias que vieram para ficar com a Transformação Digital acelerada. Em parceria com a Visa, grandes empresas de inovação e varejo do mercado já operam com a tecnologia.

O protocolo estabelece um fluxo de comunicação entre a indústria de pagamentos e os estabelecimentos comerciais para que a aprovação da transação online seja ainda mais assertiva e segura, sem impactar a experiência do consumidor durante a compra, e tem contribuído para além da conversão de vendas. O protocolo também auxilia no uso e popularização do débito no e-commerce e em aplicativos, o que contribui com a inclusão digital e financeira de muitos que não podiam fazer suas compras no ambiente virtual.

A indústria de pagamentos tem trabalhado para disponibilizar soluções como o 3DS 2.0 e formas modernas de pagamento que dão autonomia para os clientes escolherem o que lhe convir, quando precisarem  

Apenas entre janeiro e março, mais de 13 milhões de portadores de cartão Visa de mercados-chave da América Latina e Caribe fizeram sua primeira transação de e-commerce ou fizeram esse tipo transação depois de uma pausa de mais de 15 meses. Isso significa que, dois em cada dez portadores de cartões Visa ativos no e-commerce, adotaram o segmento neste período, o que representa até 14% do total de contas Visa ativas nesses mercados.

“O potencial do crescimento no comércio eletrônico é enorme, e o varejista precisa estar preparado para atender com eficiência e segurança, proporcionando uma melhor experiência de compra aos seus clientes”, comenta Hugo Costa, diretor executivo da Visa do Brasil. “A indústria de pagamentos tem trabalhado para disponibilizar soluções como o 3DS 2.0 e formas modernas de pagamento que dão autonomia para os clientes escolherem o que lhe convir, quando precisarem. O importante é estar conectado com o que há de mais moderno em relação à jornada de pagamento, sempre buscando oferecer o melhor aos seus clientes”, completa o executivo.

Serviço
www.youtube.com/watch?v=sC3CtHIxpKI
www.visa.com.br

 

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos