Tecnologia

O 5G será o motor da digitalização da indústria

Para Tong Wen, da Huawei Wireless, essa tecnologia abrirá oportunidades de negócios de mais de US$ 100 bilhões para o mercado de IoT

Enquanto no Brasil o leilão do 5G não deslancha e o mercado aguarda a definição de uma data para este semestre ainda, do outro lado do mundo, na China, esta semana as lideranças mundiais do setor se voltam para o Mobile World Congress (MWC) Shanghai 2021, que termina na quinta-feira (25/2). No 5G Advanced Summit, organizado pela Global System for Mobile Communications Association (GSMA) durante o congresso, Tong Wen, CTO da Huawei Wireless, proferiu uma palestra intitulada “Evolução 5G contínua para a construção de um mecanismo de digitalização para todos os setores”. Em seu discurso, o executivo enfatizou que o 5G deve evoluir continuamente para construir um motor de digitalização para todos os setores, de modo a satisfazer as conexões de consumo em rápido crescimento e diversas aplicações industriais.

Ele explicou que uma nova tecnologia de comunicação geralmente domina o mercado por cerca de uma década, evoluindo para fornecer recursos mais fortes antes de ser substituída pela próxima geração. No ano passado, o 5G evoluiu em um ritmo mais rápido, mostrando seu enorme potencial. A melhoria contínua da experiência em conexões com o cliente e o enriquecimento dos serviços da Internet das Coisas (IoT) aumentam os requisitos de capacidade de conexão. “A demanda cada vez maior por conexões sem fio é a força motriz fundamental para o avanço contínuo das tecnologias móveis”, afirmou Wen.

A evolução contínua do 5G melhorará os recursos da rede e expandirá os cenários de serviço, adicionando suporte extra para alcançar a integração e, ao mesmo tempo, reduzir o custo das conexões, o que ajudará a desencadear as oportunidades de negócios potenciais no valor de mais de US$ 100 bilhões na indústria de IoT

Portanto, disse o executivo, o 5G deve melhorar constantemente seus recursos. Os serviços Enhanced Mobile Broadband (eMBB) estão gerando um aumento significativo na demanda de dados, exigindo redes 5G para aumentar a capacidade para garantir uma experiência premium. Com a introdução da capacidade reduzida (REDCAP), serviços massivos de Comunicações de Tipo de Máquina (mMTC) estarão disponíveis em mais terminais para atender aos diversos requisitos de IoT. “Os serviços de comunicação de baixa latência ultraconfiáveis (URLLC) exigem que as redes reduzam a latência de transmissão e forneçam serviços de conexão com latência garantida para atender aos requisitos de conexão de alta qualidade do controle remoto e do controlador lógico programável (PLC)”, disse Wen.

Aplicações
Em sua avaliação, à medida que novos aplicativos surgem no mercado, os três casos de uso originalmente definidos em 5G precisam de aprimoramento para atender aos diversos requisitos de serviço de IoT. O limite das capacidades 5G deve ser expandido para abrir um novo espaço de negócios.

“Os serviços de interação imersiva estão se desenvolvendo rapidamente. O 5G RA/RV possibilitou uma experiência virtual superior. Com o surgimento de dispositivos XR leves, o 5G XR também se tornará uma realidade. Isso requer que o 5G seja aprimorado ainda mais para oferecer experiências de imersão premium. As redes 5G serão obrigadas a aumentar sua velocidade média de 120 Mbps para 2 Gbps conforme a alta definição melhora de 4K para 16K. Para garantir a interação em tempo real no mundo virtual, o 5G também deve reduzir ainda mais a latência de transmissão dos atuais 20 ms para 5 ms”, afirmou Wen.

As redes centradas em uplink estão acelerando a digitalização industrial. Atualmente, os aplicativos 5G estão crescendo a uma taxa sem precedentes, aumentando os requisitos de velocidades de uplink. Vários serviços de RA/RX de consumidor exigem que imagens e vídeos de alta definição sejam enviados de dispositivos locais para a Nuvem para renderização posterior. O controle remoto e a visão de máquina em aplicações industriais também requerem transferência em tempo real de vídeos 4K e 8K. Isso levará a um aumento considerável na proporção de tráfego de uplink em redes 5G para mais de 40%. Para lidar com uma quantidade tão grande de tráfego de uplink, os recursos de uplink 5G devem ser melhorados em pelo menos 10 vezes.

Além disso, o 5G deve fornecer recursos de detecção para capacitar o controle remoto, sinergia veículo-estrada, transporte não tripulado e logística inteligente. Por exemplo, com a introdução da varredura de feixe do Massive MIMO celular para tecnologias de detecção, tanto de detecção quanto de comunicação, e até mesmo serviços internos de posicionamento de alta precisão, podem ser implementados por meio de tecnologias sem fio.

Mercado
A Huawei propôs o 5.5G para contribuir com a exploração de novos aplicativos, incluindo comunicação de banda larga centrada no uplink (UCBC), comunicação de banda larga em tempo real (RTBC) e comunicação e detecção harmonizadas (HCS), com o objetivo de construir um motor de digitalização para todos os setores. “Tanto a tecnologia quanto os negócios são essenciais para estimular e promover o desenvolvimento de uma indústria. A indústria móvel, o maior mercado de conexão sem fio do mundo, alcança trilhões de dólares americanos todos os anos”, disse Wen. “A integração acelerada do 5G com várias indústrias criará um novo espaço de mercado no valor de mais de US$ 10 trilhões”, completou.

Devido à falta de colaboração entre as tecnologias de conexão de serviços industriais, as aplicações muitas vezes se limitam a uma ou várias aplicações, longe de ser um efeito de escala. Como resultado, o mercado vale apenas bilhões de dólares. A evolução contínua do 5G melhorará os recursos da rede e expandirá os cenários de serviço, adicionando suporte extra para alcançar a integração e, ao mesmo tempo, reduzir o custo das conexões, o que ajudará a desencadear as oportunidades de negócios potenciais no valor de mais de US$ 100 bilhões na indústria de IoT.

Serviço
www.huawei.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos