Destaque Mercado

Mercado passa a contar com Azure Red Hat OpenShift no OpenShift 4

Entre as novidades da plataforma, anunciadas pela Red Hat e Microsoft, estão a habilitação do suporte a cluster-admin, a auto escala de clustes, zonas de clusters para disponibilidade mútua, certificações de compliance, APIs privadas e ingress endpoints

pessoa espetando pendrive no notebookA Red Hat, empresa global no fornecimento de soluções open source, estendeu sua parceria com a Microsoft. As empresas anunciaram o lançamento do Azure Red Hat OpenShift no OpenShift 4. Entre as novidades da plataforma estão a habilitação do suporte a cluster-admin, a possibilidade de auto escala de clustes, zonas de clusters para disponibilidade mútua, certificações de compliance, APIs privadas e ingress endpoints.

O Azure Red Hat OpenShift permite criar clusters em minutos, de maneira autossuficiente. A realização de patches, atualizações, reparos e recuperação são resolvidas como parte de um serviço com excelente gerenciamento e suporte disponibilizado 24 horas, durante sete dias, tanto pela Microsoft quanto pela Red Hat. O lançamento também habilitou a função de cluster-admin, permitindo funcionalidades completas de customização de clusters, como operar containers privilegiados e instalar Custom Resource Definitions (CRDs).

Com os endpoints privados e o suporte do Azure Express Route, as companhias habilitaram clusters híbridos privados, permitindo que os clientes mútuos ampliem suas soluções on-premises

Com a utilização do ClusterAutoscaler e MachineAutoscalers, também será possível ajustar automaticamente o tamanho do cluster para atender à demanda atual das cargas de trabalho. Além disso, para entregar um alto nível de resiliência, os componentes de clusters agora são implantados em três Azure Availability Zones para manter seus dados e aplicações de missões críticas sempre disponíveis.

A novidade também permite que os clientes possam escolher entre gerenciamento de clusters público ou privado (API) e ingress endpoints. Com os endpoints privados e o suporte do Azure Express Route, as companhias habilitaram clusters híbridos privados, permitindo que os clientes mútuos ampliem suas soluções on-premises.

Para ajudar no cumprimento das obrigações de compliance em setores regulados e mercados de todo o mundo, o Azure Red Hat OpenShift agora tem as certificações PCI DSS, FedRAMP High e HITRUST.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos