Destaque Tecnologia

Liberação da faixa de 700 MHz melhora acesso ao 4G nas maiores cidades do Brasil

Relatório da Opensignal mostra avanços na disponibilidade e velocidade do 4G nas principais cidades do País após a mudança

A liberação da faixa de 700 MHz para a disponibilização de sinal 4G pelas operadoras brasileiras trouxe avanços na experiência móvel dos usuários das principais cidades do País. É o que aponta o último relatório da Opensignal, empresa global e independente de análises móveis. As três principais operadoras do País – TIM, Claro e Vivo – passaram a utilizar a banda de 700 MHz para o 4G após o fim da TV analógica no ano passado.

De acordo com as análises da Opensignal, após a mudança, o tempo que os usuários das 10 maiores cidades brasileiras passaram conectados ao 4G aumentou em pelo menos 4%. Porto Alegre, que recentemente registrou os melhores índices de velocidade 4G na América do Sul , foi a cidade brasileira que apresentou a maior evolução na disponibilidade de sinal (gráfico 1), ou seja, na proporção de tempo que as pessoas têm acesso à internet móvel: quase 10%.

“A implantação de redes de 700 MHz está tendo um efeito muito significativo no Brasil, e isso deve se intensificar no ano que vem com o leilão do 5G e das sobras da faixa de 700 MHz. A experiência da rede móvel dos brasileiros deve continuar melhorando à medida que o mercado amadurece”  

“As licenças móveis nas faixas de 700 MHz são muito procuradas, uma vez que a frequência relativamente baixa é ideal para propagação de rede em uma área ampla. Por ser uma faixa de frequência mais baixa, ela oferece também boa penetração em edifícios e lugares fechados, o que é muito importante nas grandes cidades”, avalia Peter Boyland, analista da Opensignal.

A velocidade de download também apresentaram avanços importantes nas principais cidades do país. Manaus foi a capital que observou a maior evolução, com quase 5 Mbps a mais de velocidade em relação ao ano passado, o que representou aumento de 50%. Todas as demais cidades analisadas avançaram em 3% ou mais, com exceção de Porto Alegre, que observou uma ligeira queda na velocidade do 4G devido a um maior congestionamento das redes ocasionado pela melhora da disponibilidade de sinal. (gráfico 2)

A Opensignal também avaliou a porcentagem das medições de velocidade de download 4G na faixa de 700 MHz e constatou que o uso do espectro já é generalizado. Pelo menos 16% das análises de dados foram de usuários conectados aos 700 MHz nas 10 maiores cidades, com a maior proporção, de 27%, na capital Brasília. (gráfico 3)

“A implantação de redes de 700 MHz está tendo um efeito muito significativo no Brasil, e isso deve se intensificar no ano que vem com o leilão do 5G e das sobras da faixa de 700 MHz. A experiência da rede móvel dos brasileiros deve continuar melhorando à medida que o mercado amadurece”, analisa Peter Boyland.

Gráfico 1:

Gráfico 2:

Gráfico 3:

Confira o relatório completo:

http://www.opensignal.com/2019/10/28/the-rollout-of-700-mhz-spectrum-is-improving-mobile-network-experience-in-brazil

Somos Opensignal, uma empresa de análise móvel. Somos o padrão global independente para entender o verdadeiro estado das redes móveis do mundo com base em medições da experiência real do usuário. Nossos relatórios do setor são o guia definitivo para a verdadeira experiência que os consumidores recebem em redes sem fio, e medimos de forma independente isso em todas as principais operadoras de rede do mundo.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos