Destaque Tecnologia

Lenovo reforça a máxima: Dados no centro de tudo

A companhia anunciou novidades no portfólio de armazenamento e gerenciamento de informações, com base em Computação em Nuvem, Analytics e Inteligência Artificial, Computação de Borda e o modelo como serviço

Ter estratégias para serem mais competitivas, melhorar a produção e reduzir os custos é o nirvana de empresas de todos os portes, especialmente diante da explosão de dados vista hoje e que tende a crescer ainda mais. Armazenar, acessar e converter dados em tempo real em informações relevantes que estejam acessíveis em diversos meios está impulsionando a adoção de soluções de digitalização e automatização em grandes escalas. Nesse sentido, cada vez mais as fornecedoras lançam mão de ferramentas de com alto poder de Análise e de Inteligência Artificial. Hoje, não são os Dados que são importantes, porém, o que é feito com eles.

Diante do quadro, a divisão Data Center Group – DCG, da Lenovo anunciou, em 3 de dezembro, aumento de funcionalidades em suas soluções e produtos para gerenciamento de dados e intensificação da parceria com SAP, Nvidia e NetApp. De forma mais detalhada, as novas ofertas incluem capacidade avançada de gerenciamento de dados em Nuvem híbrida com SO ThinkSystem DM Series Storage Manager; atualizações do ThinkSystem Intelligent Monitoring 2.0 para gerenciamento baseado em Nuvem com análises aprimoradas e orientação de Inteligêcia Artigicial preditiva; um novo array de armazenamento totalmente flash ThinkSystem DM5100F com suporte a NVMe de ponta a ponta e o switch DB720S Fibre Channel.

“Somos uma empresa verdadeiramente aberta e oferecemos soluções do centro à Borda”, destaca Rodrigo Guercio, presidente da Lenovo DCG no Brasil. E diz que contam com uma plataforma hiperconvergente, operável com soluções de software de toda a indústria. “As ofertas de storage e gerenciamento para dados em ambientes tradicionais ou em multinuvem estão alinhadas com quatro pilares: em Computação em Nuvem, Analytics e Inteligência Artificial, Computação de Borda e o modelo como serviço”, acrescenta. Os fatores Segurança e Sustentabilidade são apontados como diferenciais.

A proposta é a combinação de componentes para usar análise de Dados, IA, sistemas integrados, servidores, armazenamento e acelerar o processamento em tempo real.

Mais detalhes
O novo Lenovo ThinkSystem DM5100F chega com a proposta de reduzir o custo de gerenciamento de dados da Borda à Nuvem ao permitir que empresas de todos os portes aprimorem a implementação de Analytics e IA. De acordo com a empresa, apresenta armazenamento NVMe de alto desempenho e baixa latência e inclui novo suporte a S3 Object. “O NVMe está para o storage, assim como o 5G está para a conectividade”, compara Ariovaldo Almeida, gerente de Soluções de Storage da Lenovo Data Center.

Já a plataforma de gerenciamento baseada em Nuvem e IA para o ambiente de armazenamento ThinkSystem Intelligent Monitoring 2.0. entrega análises preditivas para plataformas de armazenamento da série Lenovo DM ou DE. Seu objetivo, de acordo com a companhia é ajudar a reduzir os custos de gerenciamento de dados.

Outro anúncio envolve o switch Fibre Channel DB720s, que fornece recursos de alta velocidade de 64 Gb de última geração e otimizam o desempenho de ponta a ponta dos usuários. A Lenovo informa que ele reduz o tempo de inatividade e simplifica o gerenciamento da rede de armazenamento; para aplicativos de análise de alto desempenho de baixa latência, o produto reduz a latência em até 50%, ao se comparar com sua geração anterior.

Somos uma empresa verdadeiramente aberta e oferecemos soluções do centro à Borda

Mais inteligência
Gustavo Stringuetta, líder da vertical de Storage na Lenovo DCG, lembra a parceria com a NetApp a partir da China, para ganhar mercado de armazenamento de dados e que a Lenovo assumiu as operações da marca no Brasil. O executivo conta, sem citar nome, que a Lenovo atende a um grande comércio eletrônico no País.

Duas soluções que envolvem a colaboração estratégica com fornecedores anunciadas recentemente, também foram destacadas durante o anúncio de ontem, 3/12. Se trata do AI Training Module, em parceria com a NetApp e a Nvidia. Basicamente é uma solução que ‘treina procedimentos’ por meio da IA e inclui servidor, armazenamento e software da Lenovo.

De acordo com Roberto Brandão, gerente de HPC para América Latina, a parceria une as melhores ferramentas de computação e armazenamento de soluções que aceleram os fluxos de trabalho de Inteligência Artificial. “Há tendência de que sejam cada vez mais usados em pesquisas das ciências humana, além de empresas que terão indicativos quanto ao uso e comportamentos de usuários”, exemplifica. Entre os setores mais propensos a adesão estão Financeiro; Público; Prevenção de desastres naturais, Agricultura e Industrial.

E, a outra iniciativa acontece junto à SAP com o Hana Enterprise Cloud, oferta que inclui serviços de ponta a ponta da Lenovo, servidores, armazenamento em série, componentes ThinkAgile, tudo fornecido em conjunto por meio do SAP com o modelo de consumo TruScale.

O canal de vendas continua a ser capacitado comercial e tecnologicamente pela companhia e tem à disposição o Global Hub Partner, lançado em setembro último.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos