Destaque Gestão

Impressão 3D, inovação e resiliência em suprimentos são importantes na indústria

Atuante na condução dessa Transformação Digital, a HP promoveu debates com executivos da Additive Integrity, da Decathlon, da Forecast3D, da IDC, da Nissan, da Solize e do Fórum Econômico Mundial, entre outros

planta nascendo de terra secaA HP e os membros de sua comunidade mundial de parceiros e clientes, juntamente com especialistas da indústria, reforçaram durante a conferência global HP Innovation Summit, o poder da manufatura digital para transformar a indústria. A base do evento foi uma nova pesquisa da HP que apresenta insights sobre as tecnologias de manufatura digital e suas tendências, como a impressão 3D industrial. Atuante na condução dessa Transformação Digital, a HP promoveu debates com executivos da Additive Integrity, da Decathlon, da Forecast3D, da IDC, da Nissan, da Solize e do Fórum Econômico Mundial, entre outros.

Com base em pesquisa com milhares de executivos do setor industrial de todo o mundo, o Relatório de Tendências da Manufatura Digital HP (Digital Manufacturing Trend Report) revela que as empresas estão investindo cada vez mais em soluções de impressão 3D avançada que dão a agilidade, a velocidade e a flexibilidade necessárias para que os negócios cresçam e se tornem mais resilientes em um ambiente em constante mudança.

Tecnologias de manufatura digital estão estimulando o avanço e a agilidade da economia

Um dos principais dados coletados junto à indústria manufatureira global é que, independentemente do setor e do lugar, as empresas estão recorrendo à impressão 3D para fortalecer suas cadeias de suprimentos, tornar-se mais ágeis e criar estratégias mais inovadoras de desenvolvimento e fabricação de produtos. Esse dado é corroborado pela alta nos investimentos em impressão 3D, pela legitimação da impressão 3D como uma alternativa viável à manufatura tradicional e pelo desejo de um ecossistema mais colaborativo para promover a adoção da tecnologia.

Os decisores da indústria manufatureira também veem oportunidades para a inovação acelerada, reconhecendo que a impressão 3D tem uma condição ímpar para a personalização em massa de novos produtos, além de reduzir o desperdício e promover uma economia sustentável.

“O setor industrial global está sinalizando que quer mais resiliência na cadeia de suprimentos, mais flexibilidade na manufatura, maior velocidade de inovação e maior comprometimento com a sustentabilidade, e está enxergando a impressão 3D industrial como uma forma não só de reduzir custos e entrar no mercado mais rápido, mas também como uma vantagem competitiva única que acelera a inovação para os clientes”, afirma Ramon Pastor, gerente geral de Impressão 3D & Manufatura Digital da HP.

Entre os destaques do Relatório de Tendências da Manufatura Digital da HP, estão:

Tecnologias de manufatura digital estão estimulando o avanço e a agilidade da economia
 99% dos entrevistados no mundo inteiro acreditam que as tecnologias de manufatura digital podem levar ao crescimento econômico e 89% dos entrevistados estão buscando desenvolver seus modelos de negócios baseados no ambiente corporativo global atual.

Nos próximos 12 meses, 71% deles planejam investir em tecnologias de manufatura digital e 85% dos entrevistados indicaram que sua empresa pretende aumentar o investimento em manufatura aditiva/impressão 3D.

Três quartos dos entrevistados afirmaram que a manufatura aditiva/impressão 3D ajuda sua empresa a ser mais ágil, é uma alternativa viável e um apoio para a manufatura tradicional. Mais de 90% entrevistados responderam que estão investigando novos modelos de produção/cadeia de suprimeitos, com 59% avaliando modelos híbridos e 52% considerando a produção localizada.

 85% dos entrevistados indicaram que a colaboração entre setores para a adoção de novas tecnologias de manufatura é importante  

A inovação acelerada transforma indústrias
 O benefício mais citado pelos entrevistados que usam manufatura aditiva/impressão 3D é a maior capacidade de inovar.

Entre as novas áreas de inovação exploradas pelas empresas, as principais são customização massiva de produtos para o consumidor final, produção sob demanda e armazenamento digital/estoque virtual. Especificamente, 91% dos entrevistados querem explorar a inovação que a customização em massa propicia e acreditam que ela pode ser aplicável em seus negócios se peças puderem ser personalizadas com o uso de impressão 3D/manufatura aditiva.

Os setores médico, industrial e automotivo foram indicados como os mais preparados para inovar em manufatura aditiva/impressão 3D nos próximos cinco anos.

Abrindo novas oportunidades de colaboração
 85% dos entrevistados indicaram que a colaboração entre setores para a adoção de novas tecnologias de manufatura é importante e 81% indicaram que sua empresa tem planos futuros para colaborar com órgãos governamentais em produtos de manufatura digital.

A maior barreira para a adoção da manufatura aditiva/impressão 3D pelos entrevistados é encontrar mão de obra qualificada. Para sanar esse déficit de qualificação, 64% querem oferecer mais treinamentos profissionais e 53% querem que empresas, governos, instituições e sociedade civil trabalhem juntos para investir em programas educacionais e profissionalizantes.

A produção sustentável continuará sendo comercialmente incontestável
 As principais contribuições da manufatura aditiva/impressão 3D para reduzir o desperdício e promover a economia circular são a diminuição na quantidade de materiais usados e a melhor adequação entre oferta e demanda, seguidas pelo encurtamento e simplificação das cadeias de suprimentos tradicionais e pela melhoria das opções de manutenção que podem prolongar a vida útil dos produtos.

90% dos entrevistados afirmaram que a reciclagem dos substratos e peças da manufatura aditiva é importante. Também foi constatado que 88% dos entrevistados acreditam que é importante que os governos criem um ecossistema sustentável por meio de incentivos ao investimento e desenvolvimento de tecnologias de manufatura digital que tragam benefícios sociais e ambientais.

Sobre o Relatório de Manufatura Digital HP
O Relatório de Manufatura Digital HP é fruto de uma pesquisa global realizada pela HP. A sondagem foi realizada pela SME Media/Research em três continentes e nove regiões geográficas estratégicas, incluindo Alemanha, Canadá, China, Estados Unidos, França, Japão, México, Singapura e Reino Unido. A pesquisa de campo foi realizada entre 28 de julho e 11 de agosto de 2020 com 2.175 tomadores de decisões relativas a impressão 3D e manufatura digital.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos