Tecnologia

IBM Power Systems aprimora recursos com softwares Red Hat

Novidades anunciadas capacitam o desenvolvimento de aplicativos nativos da Nuvem e a sua implementação em ambiente híbrido

A IBM anunciou um novo hardware IBM Power Systems e a disponibilidade do software Red Hat nesta plataforma. Esses anúncios expandem ainda mais o compromisso da companhia em ajudar os clientes a se modernizarem, capacitando-os com a tecnologia mais recente da Red Hat para desenvolvimento de aplicativos nativos da Nuvem e implementá-los em ambientes de Nuvem híbrida. Os anúncios incluem recursos expandidos do Red Hat em IBM Power Systems, que agora apresenta o Red Hat OpenShift no IBM Power Virtual Server, aproveitando o instalador básico do OpenShift, Red Hat Runtimes e o recém-certificado Red Hat Ansible Content Collections.

Segundo a empresa, a nova solução IBM Power Private Cloud Rack fornece aos clientes uma plataforma OpenShift otimizada em nível de produção para modernizar ambientes tradicionais com aplicativos nativos da Nuvem. O IBM Power Private Cloud Rack combina hardware local, um stack de software completo de tecnologia IBM e Red Hat e instalação de IBM Systems Lab Services para oferecer custo 49% menor por solicitação em comparação com plataformas baseadas em x86 equipadas de forma semelhante.

No final deste ano, a próxima geração de servidores IBM Power Systems baseados no processador IBM Power10, será lançada. Além disso, ainda este ano, a próxima geração do sistema operacional AIX, versão 7.3, deve continuar o legado de inovação com recursos aprimorados, que oferecem resiliência, segurança e escala necessárias para a Nuvem híbrida

“Doze meses atrás, os profissionais de TI enfrentaram um cenário muito diferente antes que o mundo fosse transformado pela pandemia global de Covid-19”, disse Stephen Leonard, gerente geral da IBM Cognitive Systems. “Mas, apesar dos desafios, eles reconhecem que uma abordagem de Nuvem híbrida pode oferecer 2,5 vezes o valor derivado de uma única Nuvem pública, conforme medido por uma avaliação interna da IBM feita pelo IBM Institute of Business Value. O IBM Power Systems, junto com o portfólio IBM e Red Hat, desempenha um papel crítico nesta transição para ambientes híbridos”, comentou o executivo.

Segundo informações, reconhecendo que o Red Hat OpenShift pode ser uma parte crítica para ajudar as organizações a construir uma Nuvem híbrida ágil, a plataforma de contêiner está agora disponível no IBM Power Virtual Server, aproveitando o instalador baremetal do OpenShift. O IBM Power Virtual Server é uma oferta corporativa de Infraestrutura como Serviço construída em torno do IBM Power9 e que oferece acesso a mais de 200 serviços IBM Cloud. Além disso, os clientes do IBM Power Virtual Server agora podem executar aplicativos de negócios líderes, como SAP Hana, em uma Nuvem baseada no IBM Power9.

Benefícios

Para ajudar organizações e desenvolvedores a criar aplicativos nativos da Nuvem, o Red Hat Runtimes agora é compatível com IBM Power Systems. Red Hat Runtimes é um conjunto de produtos, ferramentas e componentes projetados para desenvolver e manter aplicativos nativos da Nuvem. Agora, os desenvolvedores que procuram criar aplicativos no IBM Power Systems têm acesso às principais estruturas de software livre e tempos de execução que fornecem uma única experiência de desenvolvimento para aplicativos híbridos, abrangendo IBM Power Systems e outras plataformas.

O Red Hat Ansible Automation Platform, disponibilizado no IBM Power Systems no ano passado, fornece uma plataforma de código aberto para automação mais simples de tarefas comuns de TI, liberando tempo do administrador, bem como recursos de computação para se concentrar em outras tarefas. A IBM criou um amplo conjunto de módulos Ansible para a comunidade de usuários IBM Power Systems. Desde o início do ano, foram adicionados 22 novos módulos Ansible à coleção, que trazem recursos de automação para tarefas comuns, como gerenciamento de patches, gerenciamento de segurança, implantação de SO e aplicativos, entrega contínua, backup e recuperação centralizados e gerenciamento de virtualização e provisionamento. Atualmente, existem 102 módulos Ansible, disponíveis para a comunidade de código aberto no GitHub. Muitos desses módulos estão disponíveis como coleções Ansible prontas para a produção, reforçadas para empresas e certificadas por meio da plataforma de automação Ansible da Red Hat.

No final deste ano, a próxima geração de servidores IBM Power Systems baseados no processador IBM Power10, será lançada. Além disso, ainda este ano, a próxima geração do sistema operacional AIX, versão 7.3, deve continuar o legado de inovação com recursos aprimorados, que oferecem resiliência, segurança e escala necessárias para a Nuvem híbrida.

Para completar uma infraestrutura pronta para Nuvem híbrida, o IBM Storage anunciou recentemente novos modelos IBM FlashSystem de nível básico, com suporte abrangente de contêiner, bem como suporte para Red Hat OpenShift e Ansible Automation Platform, enquanto o IBM Z e o IBM Power Systems também anunciaram novo contêiner de Nuvem híbrida para IBM Z em Red Hat OpenShift e IBM Cloud Paks.

Serviço
www.ibm.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos