Destaque Tecnologia

IBM quer empresas cognitivas

Companhia anuncia expansão de rede global de nuvem, aumento de capacidade no Brasil com participação de todo o ecossistema

Com o objetivo de expandir capacidade, infraestrutura com mais resiliência, segurança e funcionalidade dos serviços de cloud pública, a IBM lança a Multizone Region, com a função, entre outras, de ajudar as empresas a serem cognitivas, laçando mão de tecnologias disruptivas, como blockchain e IoT, em escala.

A iniciativa traz, segundo a IBM, novas ofertas de produtos e serviços, abre possibilidade de inovar quanto a modelos de negócios e acelera a jornada das empresas para a nuvem híbrida.

“O plano é lançar a primeira região de IBM Cloud na América Latina até o final de 2020”, diz Tonny Martins, gerente-geral da IBM no Brasil. De acordo com ele, a expansão de sua rede global de nuvem, aqui no Brasil, disponibiliza maior número de serviços e que agilizará a implementação de arquiteturas e aplicações de missão crítica em ambientes de nuvem híbrida.

A expansão da rede global de nuvem, aqui no Brasil, disponibiliza maior número de serviços e que agilizará a implementação de arquiteturas e aplicações de missão crítica em ambientes de nuvem híbrida

Hoje, com essas soluções escaláveis, os parceiros são peças-chaves para ajudar os clientes a migrar e gerenciar todos os serviços em uma plataforma única, levando a segunda geração de computação em nuvem a um patamar superior. A evolução coloca a questão de disponibilidade um nível acima, localmente, por meio de um conjunto de data center inteligente fornecendo serviços a partir do Brasil.

De acordo com Martins, todos os parceiros IBM Cloud estão preparados para esta oferta. ‘Essas capacidades estão disponíveis para parceiros atuais e futuros, sendo que a expectativa é que a expansão de negócios aconteça via o ecossistema”, defende.

A plataforma e ofertas em nuvem que os clientes inovem e manipulem dados de todas as fontes em qualquer ambiente híbrido, público e multicloud. Nesse sentido, a IBM vê como mercados potenciais o financeiro e o governo, prioritariamente. “Estamos entrando, também, em outros segmentos, como esporte, saúde, agronegócio e educação”, conta Marcos Paraiso, executivo de Cloud Platform da companhia no Brasil. Estas indústrias terão, com a nova região na América Latina o portfólio completo de serviços de IBM Cloud. “A multizone region inclui recursos de IBM Watson, Blockchain, IoT e Analytics e oferece a capacidade de escalar horizontalmente”, diz o vice-presidente para Watson e Cloud, Marcelo Braga.

Informações de mercado
Conforme dados fornecidos pela IBM, à medida que as companhias na América Latina e no mundo caminham para o próximo capítulo de sua reinvenção digital, 80% de suas cargas de trabalho de missão crítica – como por exemplo cadeias de suprimento e sistemas bancários – ainda precisam ser movidas para a nuvem. Cada vez mais, organizações precisam integrar infraestrutura local (on-premises), nuvens privadas e públicas para implementar uma estratégia de cloud híbrida. Para isso, é necessário garantir uma arquitetura otimizada para que as aplicações possam ser executadas de maneira eficiente em cada um desses ambientes (público, privado e local).

“Conforme as organizações aumentam seu ritmo de inovação para se manterem competitivas, elas buscam ambientes híbridos, multicloud e de código aberto que possibilitem uma nova onda de inovação digital em novos projetos e modernização de seus sistemas legados. A IDC espera que, até 2022, aproximadamente metade do PIB latino-americano será digital, impulsionado pelas empresas que avançam em suas jornadas para a nuvem.”, afirmou Alejandro Florean, vice-presidente de consultoria da IDC América Latina.”Com essa nova região de IBM Cloud, a IBM está bem posicionada para ajudar empresas da América Latina a se diferenciarem em suas indústrias, capitalizando nesse mundo híbrido e multicloud emergente”.

IBM social
A companhia divulga, ainda, a estratégia global que reúne as diversas ações de sustentabilidade e voluntariado realizadas por funcionários dos países onde a IBM tem presença.

O site IBM.org é aberto, também, às comunidades parceiras e propicia conhecimento e participação das ações sociais da IBM.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos