Tendências

Huawei propõe cooperação rumo a uma economia digital inclusiva

Companhia conclama órgãos reguladores de Telecomunicações de diversas nações e indústrias a trabalharem de forma unida para enfrentar os desafios decorrentes da crise de Covid-19

A Huawei, companhia global em soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC, promoveu nesta semana, entre 27 e 30 de julho, o Better World Summit. Em seu discurso durante o evento realizado no formato online, a vice-presidente sênior e diretora do conselho corporativo da Huawei, Catherine Chen, propôs que os órgãos reguladores de Telecomunicações em muitos países e indústrias trabalhem juntos para enfrentar os desafios que surgiram com a pandemia, de modo a criar um futuro mais inclusivo para todos.

Recuperação econômica a partir da tecnologia
Nos últimos 30 anos, as tecnologias avançaram rapidamente, tornando a vida e o trabalho das pessoas muito mais fáceis. A pandemia revelou, no entanto, que a infraestrutura digital não acompanhou o andamento dos desenvolvimentos tecnológicos. Segundo a International Telecommunication Union – ITU, mais da metade da população mundial ainda não tem acesso à Internet nem acesso a outras tecnologias digitais. À medida que as economias dos países recuam, os governos aumentam a preocupação com as estratégias de recuperação econômica.

Mais da metade da população mundial ainda não tem acesso à Internet nem acesso a outras tecnologias digitais

“Prevemos um futuro mais conectado, inteligente e inovador. Acima de tudo, devemos garantir que a tecnologia proporcione cada vez mais inclusão, sustentabilidade e melhoria para todos”, disse Catherine.

Na China, por exemplo, o plano de nova infraestrutura do governo reservou mais de 1 trilhão de yuans para investimento em tecnologia 5G nos próximos cinco anos. Espera-se que a economia digital da China aumente em 15,2 trilhões de yuans e aumente a recuperação econômica local.

A União Europeia, por sua vez, também anunciou um pacote de 1,1 trilhão de euros para a recuperação econômica.

“O suporte a políticas governamentais, juntamente com a transformação digital ativa em todos os países fará com que a tecnologia beneficie todos os setores da economia”, destacou a executiva da Huawei.

Capacitação de talentos
Fazendo referência ao recente relatório do Banco Mundial sobre a crescente lacuna entre a economia digital global em rápido crescimento e a falta de habilidades digitais, Catherine Chen destacou que a Huawei tem como principal programa de inclusão o ‘Seeds for the Future’, lançado em 2008 para desenvolver talentos locais em TIC.

“O programa já beneficiou mais de 30 mil estudantes de mais de 400 universidades em 108 países e regiões. Devido à pandemia, estamos movendo o programa para o formato online e abrindo-o para uma quantidade maior de estudantes”, afirmou.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos