Carreira

Good news: incentivo para as mulheres empreendedoras

Programa Future Females está selecionando empresárias brasileiras de tecnologia para curso de capacitação

A Future Females Business School, em parceria com o Governo Britânico através da Rede Internacional de Tech Hubs – International Tech Hub Network (ITHN), vai selecionar 50 empreendedoras brasileiras para um programa de três meses chamado Future Females. As participantes aprenderão a escrever um plano de negócios eficaz, encontrar e alcançar seus clientes ideais e usar a tecnologia para construir presença e escala online. O programa também terá a presença de especialistas convidadas – empresárias em série, executivas e coaches – que cobrirão tópicos importantes de desenvolvimento pessoal, incluindo como superar o medo do fracasso e como descobrir seu verdadeiro propósito.

Este programa é indicado para empresárias brasileiras com uma ideia de negócio ou um negócio tecnológico em fase inicial, que visa criar impacto social, econômico ou ambiental positivo, reduzir a pobreza, a desigualdade ou proteger o meio ambiente. O programa é inclusivo em termos de gênero, incentivando mulheres cis-gêneros, transgêneros e pessoas não-binárias a se candidatarem. Homens fundadores e cofundadores que apoiam o empreendedorismo digital feminino são bem-vindos.

A inscrição começa com o simples preenchimento de um formulário e o compartilhamento de informações sobre o negócio que está sendo construído, com as candidatas aprovadas sendo convidadas para uma entrevista com um membro da equipe do programa

As inscrições estão abertas até 22 de fevereiro de 2021, com apenas 50 vagas disponíveis no programa piloto de três meses, que começa em 8 de março de 2021. A rodada piloto será conduzida em inglês com o objetivo de apoiar a criação de empresas que já nascem globais, portanto é necessário dominar o idioma.

As mulheres estão sub-representadas nos ecossistemas de tecnologia e inovação brasileiros. De acordo com a Associação Brasileira de Startups, apenas 15% das startups brasileiras têm fundadoras mulheres, e essas empresas recebem menos de 3% de todos os fundos de capital de risco. Ainda, apenas 3% das MPMEs brasileiras chegam aos mercados internacionais, de acordo com o Global Entrepreneurship Monitor, o que exclui a grande maioria das microempreendedoras brasileiras dos benefícios do aumento de produtividade, competitividade e receita advindos da internacionalização.

O programa Future Females ajudará as mulheres brasileiras a mudar esses números, conectando empreendedoras a uma rede global de apoio de empresárias bem-sucedidas, mentores, investidores e especialistas.

A inscrição começa com o simples preenchimento de um formulário e o compartilhamento de informações sobre o negócio que está sendo construído, com as candidatas aprovadas sendo convidadas para uma entrevista com um membro da equipe do programa. Esta entrevista ajudará as candidatas a validarem suas ideias e direções dos negócios e garantirá que este é o programa mais adequado para cada candidata.

Serviço

2 Comentários

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos