Destaque Mercado

Fico oferece tecnologia para análises preditivas de serviços financeiros digitais

Entre outros benefícios, a promessa é de reduzir o tempo de análise de fraudes durante o processamento das operações

O admirável (?) mundo novo começa a avançar com tecnologias que estão transformando o dia a dia do cidadão de todas as “classes sociais”, como vem acontecendo com meios de pagamentos, serviços financeiros, atendimento do usuário por robôs, os RPAs, e compras via Internet, entre outras facilidades. E, em alguns países, com robôs nas ruas para limpar e fiscalizar. Muito do que conhecíamos como futuro já está muito próximo de ser realidade.

Essa construção e movimento vêm acontecendo há tempos; por exemplo, no meio transacional financeiro com a adoção do Cadastro Positivo, e mais recentemente com a LGPD, que já está em vigor, e o Pix, que se mostra um modelo de sucesso em função de seu baixo custo. Nesta seara entra o open banking, um ambiente de negócios baseado em APIs que permitam a integração de serviços com protocolos de sistemas diferentes, rumo à Transformação Digital. “O compartilhamento de informações e ambientes de negócios trará melhores ofertas para todos os clientes”, opina Daniel Arraes, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Fico. Ele defende que este modelo, muito novo no mundo todo, não existe sem os APIs, que rumam para uma padronização.

Os parceiros da companhia estão aptos a atuar todas as indústrias no mercado nacional, com todas as soluções localizadas

A expectativa é que a evolução virá por novos serviços, a exemplo da compra de um produto financeiro via plataforma única que reúne diversas bandeiras, que promete facilitar a procura pelo melhor produto e melhor preço. Espera-se que entre nesse compartilhamento, oferta de operações de crédito e de investimentos.

Para enfrentar os desafios a Fico, empresa de software de análise preditiva, defende sua plataforma digital de negócios e endereça desafios como aprovação de dados mais rapidamente e a gestão de riscos. “Está voltada para a capacidade de conectar qualquer dado, de qualquer fonte, de qualquer formato e transformá-lo em decisão de negócios de forma automatizada”, conta.

Para essa atividade o uso de tecnologias como Inteligência Artificial, Analíticas e Aprendizado de Máquina que agilizam e automatizam os processos que preveem o comportamento do consumidor, além de otimizar as interações empresas e clientes.

Portas para fraudes
O compartilhamento padronizado de dados e serviços por meio de abertura e integração de sistemas tem de seguir normatizações que resguardem as informações de quem usa serviços financeiros já que são os reais proprietários e devem ditar seus destinos. Dados são moeda corrente e, claro, atraem a cobiça e atividades criminosas.

Ataques cibernéticos cresceram com a pandemia, assim como em ocasiões como datas comemorativas e iniciativas como a chamada black friday. E deve aumentar, também, com a digitalização dos serviços financeiros. Cada pessoa tem responsabilidade com a segurança, porém, é dividida com as empresas.

Com o compromisso de combater ataques cibernéticos, a Falcon, plataforma da companhia, cria regras e analisa comportamento de usuários e utiliza uma estratégia híbrida para monitorar e coibir comportamentos suspeitos, mitigando as perdas.

A Fico apresenta como caso de sucesso do uso de suas soluções pela Conductor, plataforma que processa pagamentos em Nuvem aberta por APIs. Juntas desenvolveram ações de prevenção a fraudes com a Falcon. A meta foi monitorar transações com cartões de crédito, débito, pré-pagos, private labels e contas bancárias.

“Buscamos tecnologia mundial e chegamos na Fico, a melhor ferramenta de previsão e que tem como vantagens acompanhar a evolução constante e a redução de latência”, aponta Ricardo Longo, diretor de Marketing e Produtos da Conductor.

Outro destaque é a inteligência nas análises. “Ao não barrar as transações que simplesmente parecem suspeitas, reduz fraude e garante negócios futuros”, diz Fabrício Ikeda, diretor da área de Fraude e Compliance da Fico, e complementa que combater fraudes melhora a confiabilidade do cliente. E esse ganho não tem preço.

No Brasil
O presidente da Fico para a América Latina e Caribe, Alexandre Graff, conta que para colocar suas ofertas no mercado conta em toda a região com os parceiros Ekey IT, Sonda, BRQ, VSI e Nexa. Os parceiros da companhia estão aptos a atuar todas as indústrias no mercado nacional, com todas as soluções localizadas e que são implementadas por uma equipe interna e de parceiros locais.

“Mantemos todas as áreas de decisão em uma única linha, para que flua, com o conhecimento global sendo transmitido aos mercados locais”, afirma.

De acordo com o executivo, nos últimos cinco anos as ofertas da Fico apresentaram crescimento em todo o mundo, inclusive no Brasil e na América Latina. “A constante conversa e troca de experiências com os clientes resultam em sustentação da evolução de nossas soluções”, conclui Graff.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos