Internacional

Estudo mostra benefícios da Huawei no Reino Unido

Empresa chinesa, que está sendo banida do Pais, contribuiu com 3,3 bilhões de libras esterlinas para o PIB e respondeu por 51 mil empregos

Em meio ao cerco que vem se formando no mundo todo em torno da gigante chinesa de telecomunicações Huawei, a consultoria Oxford Economics divulgou recentemente um estudo chamado Economic Impact of Huawei in the UK, um relatório recheado de números, que atestam a contribuição da empresa para a economia britânica e tenta rechaçar a acusação de ser uma empresa do “mal”.

Em 2019, afirma o levantamento, a Huawei contribuiu com 3,3 bilhões de libras esterlinas (US$ 4,4 bilhões) para o PIB do Reino Unido. A empresa também teve um impacto considerável no mercado de trabalho local. A estimativa da consultoria é que ela respondeu por mais de 51 mil empregos diretos e indiretos no ano passado. Estima-se ainda que a Huawei gerou 1,1 bilhão de libras em receitas fiscais para o HM Exchequer somente em 2019, o que seria suficiente para financiar os salários anuais de 30,4 mil professores.

A estimativa da consultoria é que ela respondeu por mais de 51 mil empregos diretos e indiretos no ano passado  

O impacto da empresa é sentido em todas as regiões do Reino Unido. Em 2019, 50% do PIB e 57% dos empregos ocorreram fora de Londres e do Sudeste da Grã-Bretanha. Isso será potencializado no futuro, caso o governo britânico desista de banir a Huawei do mercado de telecomunicações, com a abertura de novos escritórios em Manchester e seu novo Centro de Treinamento 5G em Birmingham.

A Huawei também contribuiu de forma mais ampla para a economia do Reino Unido por meio de seus gastos em P&D, treinamento interno e externo para aprimorar a força de trabalho. Isso, por sua vez, aumentou a capacidade produtiva da economia. Em 2019, a Huawei realizou ações de P&D em seis localidades no Reino Unido, empregando atualmente 582 engenheiros em função pesquisa.

No ano passado foram investidos 1,1 milhão de libras esterlinas em treinamento vocacional para aperfeiçoar a própria equipe. A empresa também contribuiu para o conjunto de habilidades disponíveis na economia do Reino Unido em geral por meio de seu treinamento externo. Em 2019, ela inaugurou o 5G Birmingham Training Center, oferecendo treinamento 5G aos engenheiros de seus parceiros de negócios. Os programas ICT Academy, Learn On e Seeds for the Future da empresa impulsionam as habilidades em ICT (Information and Communication Technology) em todo o País.

Multas pesadas
O Reino Unido talvez seja hoje a nação que mais encampou a ideia do presidente norte-americano Donald Trump de classificar a Huawei como empresa do “mal” e um espião do governo chinês. Neste sentido, foi apresentado um projeto de segurança das telecomunicações ao Parlamento, que alega fortalecer a segurança das redes de próxima geração e fornecer ao governo poderes sem precedentes para forçar os gigantes das telecomunicações a cumprirem as novas regras. Parte da lei inclui o gerenciamento de fornecedores que o governo considera de alto risco, o que significa que ele poderá impor controles sobre fornecedores de equipamentos considerados inseguros.

Lembrando que em julho passado, seguindo o conselho do National Cyber Security Center (NCSC), o governo britânico determinou que os equipamentos da Huawei deveriam ser totalmente removidos das infraestruturas das redes 5G do País até 2027. Agora, esse projeto de lei de segurança das telecomunicações é a cartada final para forçar as empresas de Telecom a cumprirem o desejo do governo, pois prevê multas de até 10% do faturamento ou, no caso de uma violação contínua, 100 mil libras esterlinas por dia.

Serviço
www.oxfordeconomics.com

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos