Tendências

Enquanto bancos tradicionais fecham agências, fintechs crescem rapidamente

Um exemplo é o LiftBank, banco digital lançado este ano exclusivamente para o empreendedor

Os bancos digitais ou fintechs crescem em uma velocidade impressionante. Como exemplo, entre janeiro e junho de 2019, US$ 2,5 bilhões foram investidos no setor. O valor é maior do que toda movimentação realizada no ano passado, segundo estudo da divulgado no último dia 31 de outubro, pela Fisher Venture Builder.

Uma prova disso é o LiftBank, primeiro Banco Digital voltado exclusivamente para o empreendedor. Ele iniciou suas operações em agosto deste ano, com uma promoção audaciosa: todas as contas abertas naquele mês estariam isentas da cobrança de tarifa de manutenção da conta. Como resultado, nas primeiras duas semanas foram abertas mais de 4 mil contas, com uma taxa de aprovação de mais de 80%, muito superior à média de mercado.

Os bancos digitais vão na contramão do mercado de bancos tradicionais. Hoje no Brasil são contabilizadas cerca de 500 fintechs em operação no mercado  

O LiftBank tem o foco nas pessoas jurídicas, principalmente os pequenos e microempreendedores, para se diferenciar frente ao mar de bancos digitais que se tornou o mercado brasileiro.

Os bancos digitais vão na contramão do mercado de bancos tradicionais. Hoje no Brasil são contabilizadas cerca de 500 fintechs em operação no mercado. Enquanto isso, como exemplo da transformação digital que os bancos estão passando, na última terça-feira, dia 5, o Itaú anunciou que vai fechar 400 agências até o final do ano.

Hoje, as fintechs oferecem uma variedade de serviços facilmente acessados pelo celular, através de aplicativos, cada vez mais simples. O LiftBank, por exemplo, já nasceu com as funcionalidades de receber e transferir dinheiro entre contas, sacar, fazer compras com cartão MasterCard com tecnologia contactless nas funções débito e crédito, inclusive com a opção do cartão Business Black, pagar contas, recarregar celulares, entre outras funcionalidades. Além disso, já vem com a opção do LiftPay, plataforma de pagamentos e maquininhas, fundamental para as empresas.

Victor Farias, CEO do LiftBank, acredita que os bancos digitais vieram para ficar, pois apresentam soluções práticas e simples e aposta em rápido crescimento. “Queremos encerrar 2019 com cerca de 40 mil contas ativas e, em dezembro de 2020 com 100 mil contas ativas e movimentando cerca de R$ 500 milhões nas máquinas de cartões LiftPay”, afirma ele.

Serviço
liftbank.com.br

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos