Destaque Mercado

Em dois anos, número de startups jurídicas cresce 300% no Brasil

Lawtechs propõem “arrumar a bagunça” do setor e fornecem produtos e serviços que atendem as demandas de advogados, utilizando a tecnologia

Startups jurídicas, conhecida como lawtechs, ganham cada vez mais espaço no mercado brasileiro. Segundo a Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), o número de empresas do segmento cresceu cerca de 300% no desde 2017 e já conta com quase 150 startups do setor.

Com a proposta de “arrumar a bagunça” da área jurídica – cerca de 80 milhões de processos estão em tramitação no Brasil, segundo o relatório Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça – as lawtechs fornecem produtos e serviços que atendem as demandas de advogados e escritórios. “São softwares, aplicativos e plataformas que auxiliam a rotina de trabalho desses profissionais que agora podem gerir seus escritórios e processos e tornar o trabalho mais prático e produtivo” explica Renan Oliveira, cofundador do Previdenciarista – plataforma de conteúdo que auxilia a atualização do advogado previdenciário.

Os próprios tribunais estão migrando para o processo eletrônico e muitos já migraram completamente, alguns já caminham até para o uso de inteligência artificial, o que reforça o grau de importância da tecnologia no setor nos últimos anos  

“Se antes as atividades dos advogados eram feitas de forma mais lenta e analógica, consumindo muito tempo, agora estes profissionais podem, por exemplo, automatizar etapas do trabalho, gerar petições pré preenchidas feitas a partir de documentos dos clientes, como o Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS do INSS, além de gerenciar processos internos do escritório para facilitar o trabalho em ações judiciais”, explica Renan.

Previdenciarista registrou mais de 9 milhões de visualizações em 2018
Com cerca de 9 mil usuários, o Previdenciarista coloca à disposição dos assinantes uma ferramenta que calcula os benefícios previdenciários dos seus clientes a partir do envio do CNIS para a plataforma, indica a melhor aposentadoria e, dentro desse benefício, entrega as melhores petições pré preenchidas para o caso concreto. Além disso, disponibiliza um cadastro dos clientes com procuração e contratos de honorários gerados automaticamente, ficha de atendimento e envio de documentos do cliente para a nuvem.

“O objetivo do Previdenciarista é utilizar a tecnologia para colocar à disposição do advogado conteúdos e ferramentas que otimizem o tempo gasto em tarefas rotineiras, como a redação de petições e elaboração de cálculos previdenciários com segurança”, explica.

De acordo com Renan, os próprios tribunais estão migrando para o processo eletrônico e muitos já migraram completamente, alguns já caminham até para o uso de inteligência artificial, o que reforça o grau de importância da tecnologia no setor nos últimos anos. “Os profissionais do setor não podem ficar para trás nisso, pois correm o risco de ficarem obsoletos em suas atividades diárias”, finaliza.

Serviço
https://previdenciarista.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Aruba

Agenda & Eventos