Destaque Mercado

CSU registra lucro líquido de R$ 11,2 milhões no segundo trimestre

Valor representa expansão de 142,8% em relação ao mesmo período do ano passado e de 20,4% sobre o trimestre anterior

Mesmo diante de um cenário desafiador, a CSU, empresa de prestação de serviços de tecnologias voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento e transações eletrônicas, encerrou o segundo trimestre de 2020 com evolução positiva de suas margens e principais indicadores financeiros. Registrando EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 31,3 milhões, um crescimento de 38,6% em relação ao 2T19, a companhia reportou um Lucro Líquido de R$ 11,2 milhões, expansão de 142,8% na comparação anual e de 20,4% em relação ao último trimestre (1T20).

Com Receita Bruta de R$ 126,2 milhões, por mais um trimestre, a CSU reiterou o compromisso com seus acionistas e anunciou a distribuição de R$ 2,7 milhões de Juros Sobre o Capital Próprio (JCP), totalizando R$ 4,9 milhões referentes ao primeiro semestre de 2020. “Em um ambiente macroeconômico marcado pelo avanço e desdobramentos da pandemia no Brasil, encerramos o período com uma evolução favorecida pela oferta de soluções digitais diferenciadas, que se mostraram essenciais nesse momento. Contribuíram também o nosso modelo de negócios, que tem como característica a grande recorrência de receitas, e o empenho dos nossos colaboradores para a entrega de resultados”, afirma Ricardo Ribeiro Leite, diretor de Relações com Investidores da CSU.

Com o Contact Center Home Office, criado em meio à pandemia, mais de 80% dos atendentes foram colocados em regime de trabalho em casa em tempo recorde  

A divisão CardSystem, responsável pelas atividades de processamento e administração de meios eletrônicos de pagamento, ganhou destaque no período devido à alta demanda e oferta de soluções digitais. Mesmo diante de um cenário de pandemia, o trimestre encerrou com 24,6 milhões de cartões cadastrados e 16,5 milhões de cartões faturados, na comparação anual, registrando crescimento de 20,9% e 8,0%, respectivamente, o maior crescimento registrado nos últimos seis trimestres. No período, foram renovados os contratos com a Porto Seguro e o Banpará, além das renovações contratuais com Tribanco e BNB, realizadas nos últimos doze meses. “Também iniciamos o projeto de certificação da bandeira ELO em nossa plataforma e

lançamos os dispositivos wearables no Banrisul. Além das operações do Digital Banks, com o futuro lançamento de um produto totalmente digital. Todos os destaques irão impactar de forma positiva os resultados da divisão nos próximos trimestres”, revela Leite.

A companhia informa ainda que a CardSystem tem atuado ativamente em conjunto com os clientes para viabilizar as novas operações de Pagamento Instantâneo (PIX), pagamentos via WhatsApp e soluções em conta pagamento, além das carteiras digitais Google Pay, Samsung Pay e Apple Pay, em conjunto com as bandeiras Visa e Mastercard.

Provedora de soluções de marketing de relacionamento, programas de fidelidade (loyalty) e incentivo e de e-commerce, a divisão MarketSystem registrou um volume financeiro transacional de R$ 61,6 milhões, uma redução de 8,4% na comparação com o 2T19, por causa dos impactos da pandemia, com a diminuição dos resgates de pontos com turismo (-22,4% YoY). Porém, com a expansão de produtos e serviços disponíveis na plataforma OPTe, a divisão obteve um crescimento dos resgates de produtos (+40,9% YoY), que possui maior fee atrelado a cada transação. “De forma a nos beneficiar desse momento de mercado, de forte expansão das vendas online, aceleramos a prospecção de novos parceiros comerciais no último trimestre, com a inclusão de novos varejistas na plataforma OPTe+”, afirma o executivo.

Já a CSU Contact finalizou o período com crescimento de 4,4% nas posições de atendimento (PAs) faturadas em relação ao 2T19, refletindo os novos contratos firmados no período, com maior utilização de soluções que empregam tecnologia de ponta, robotização e atuação por diversos canais de atendimento.

“Com o Contact Center Home Office, criado em meio à pandemia para fazer frente a essa nova realidade, mais de 80% dos atendentes foram colocados em regime de trabalho em casa em tempo recorde, uma das maiores operações dessa natureza no Brasil. Contratos como Uol e PagSeguro, firmados em abril de 2020, comprovam a capacidade da divisão em atender às necessidades do mercado por meio de operações diferenciadas e cada vez mais voltadas ao digital, permitindo, inclusive, novos patamares de rentabilidade”, finaliza Ricardo Ribeiro Leite.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos