Mercado

Cresce o investimento de empresas em causas sociais

Estudo global Edelman Brand 2018 mostra que 69% dos consumidores brasileiros declararam que compram por convicção, e não somente por preço ou qualidade do produto

O consumidor está cada vez mais atento ao posicionamento político, social e ambiental das organizações. E, ao contrário do que muitos pensam, a convicção em relação ao engajamento da empresa é um fator determinante na hora da compra para a maioria dos consumidores brasileiros. Segundo o estudo global Edelman Brand 2018, 69% das pessoas declararam que realizam compras por convicção sobre os valores de uma organização. O percentual cresceu 13 pontos em comparação com 2017, ano em que 56% dos entrevistados declararam essa motivação.

Quando o assunto são os colaboradores, o estímulo da empresa para que os funcionários pratiquem voluntariado ou se engajem em causas sociais também apresenta melhorias para a produtividade. Uma pesquisa realizada pela Ação Social para Igualdade das Diferenças (ASID) mostrou que 89% dos gestores de diferentes áreas consideram que o voluntariado corporativo faz a pessoa ser um profissional melhor.

O consumidor está cada vez mais atento ao posicionamento político, social e ambiental das organizações. E, ao contrário do que muitos pensam, a convicção em relação ao engajamento da empresa é um fator determinante na hora da compra para a maioria dos consumidores brasileiros

Nesse contexto, a preocupação das marcas com a responsabilidade social tem crescido nos últimos anos. E as formas de se engajar são diversas. “Quando a empresa se engaja com uma causa com a qual a marca e os colaboradores se identificam, o apoio torna-se ainda mais relevante para ambos os lados”, explica Carla Lettieri, Coordenadora de Programas & Projetos no Instituto Ronald.

A Aspen Pharma, farmacêutica sul-africana que é líder do continente africano e uma das 20 maiores do segmento de branded generic no mundo, apoia desde 2018 o Instituto Ronald McDonald, que atua para promover saúde e qualidade de vida para crianças e adolescentes com câncer. Para 2019, a Aspen Pharma apoiará diversas ações para arrecadar fundos com o objetivo de ajudar o Instituto Ronald a realizar suas metas, uma delas é chegar em dez anos no mesmo patamar de chances de cura de países como Estados Unidos e Canadá, que corresponde a 85%. Hoje as chances de cura estão em torno de 64% no Brasil. Entre as ações realizadas pela Aspen estão o patrocínio em Workshops com foco no diagnóstico precoce da doença, jantares beneficentes e o apadrinhamento de restaurantes para o McDia Feliz.

Organizações sem fins lucrativos, como o Instituto Ronald, dependem do apoio de empresas e doadores para colocar em prática os projetos e programas em prol de causas. E como o Instituto atua ao redor do Brasil? Desde sua fundação, em 8 de abril de 1999, o Instituto Ronald McDonald – vencedor do prêmio de Melhor ONG em saúde e classificado entre as 100 melhores ONGs do Brasil de acordo com o Instituto Doar e a Revista Época – age nas principais necessidades no antes, durante e após o tratamento, através do desenvolvimento e da coordenação de programas como Diagnóstico Precoce, Atenção Integral, Espaço da Família Ronald McDonald e Casa Ronald McDonald.

“Nossa luta é para que as crianças sejam curadas do câncer e possam sonhar. Pois cada sonho pode se transformar em um novo craque de bola, em um médico, engenheiro, e até mesmo em um líder de verdade para o nosso País, que tanto precisa”, ressalta o CEO da companhia, Alexandre França.

Saiba como apoiar a causa do câncer infantojuvenil no Brasil
O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais sobre as fontes de arrecadação, os programas e as instituições beneficiadas em http://www.institutoronald.org.br.

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald atua há 20 anos para aproximar famílias da cura do câncer infantojuvenil e aumentar as chances de cura da doença aos mesmos patamares dos países com alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Para atingir esse objetivo, o Instituto Ronald McDonald trabalha promovendo a estruturação de hospitais especializados, a hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, a capacitação de profissionais de saúde para realizarem o diagnóstico precoce, incentiva a adesão a protocolos clínicos e promove disseminação de conhecimento sobre a causa. A ONG faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), presente em mais de 60 países, coordenando os programas globais: Casa Ronald McDonald, voltado para a hospedagem, transporte e alimentação dos pacientes; e o Programa Espaço da Família Ronald McDonald, que torna menos desgastante o dia a dia das famílias durante o tratamento. No Brasil, há ainda outros dois programas locais: Atenção Integral e Diagnóstico Precoce, com ações específicas de combate ao câncer infanto-juvenil. O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais como apoiar o Instituto, os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos