Artigos

Conheça os últimos golpes de celular e saiba como se manter seguro

Se os desafios de trabalhar em casa, conectar-se com a família e ficar por dentro das novidades fazem você estar ligado ao celular mais do que nunca, saiba que você não é o único. Infelizmente, os golpistas estão aproveitando essa oportunidade. De aplicativos falsos e mensagens de texto perigosas a ligações de phishing, os golpes de celular estão se multiplicando nesse momento de quarentena, potencialmente colocando seus dados pessoais e dispositivos em risco.

Esta realidade é mundial. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Federal Trade Commission alertou recentemente que recebeu um aumento nas reclamações de usuários, à medida que os fraudadores procuram tirar proveito da situação atual. No Brasil, o Procon tem uma página dedicada a informar sobre tais crimes. Felizmente, existem algumas coisas que você pode fazer para proteger sua privacidade e segurança.

Separei aqui algumas dicas para que você fique alerta:

Apps falsos
Procurando aplicativos para ajudá-lo a rastrear informações de saúde e encontrar suprimentos? Os golpistas lançaram uma série de aplicativos maliciosos relacionados à saúde projetados para rastrear você. Esses aplicativos falsos podem solicitar acesso às suas fotos, arquivos e localização, ou usar spyware que pode ligar remotamente sua câmera ou microfone.

Um aplicativo desonesto oferece ajuda para localizar as máscaras N-95, mas não faça o download. Se você fizer isso, o aplicativo bloqueará seu dispositivo e exigirá um resgate para desbloqueá-lo. Isso apenas mostra como as formas comuns de ataque, como ransomware, evoluem com os eventos atuais.

Outros aplicativos falsos que estão circulando parecem ser plataformas de videoconferências, as quais tiveram um crescimento exponencial nesta quarentena. Mas a instalação desses aplicativos falsos pode baixar malware, então quando for baixar um aplicativo de vídeo conferência, certifique-se de acessar o aplicativo oficial da empresa.

Mensagens de texto arriscadas
O phishing por mensagem de texto, ou “smishing”, continua a ser uma forma popular de atrair usuários móveis. Os golpistas geralmente tentam fazer você clicar em um link, que o direciona a um site perigoso ou baixa malware em seu dispositivo. Vimos tentativas recentes de smishing pedindo para verificar informações pessoais e bancárias a fim de “liberar” fundos de estímulo do governo ou consolidar dívidas. Outros tentam vender suprimentos médicos exigidos com desconto, como máscaras cirúrgicas ou seguro saúde falso.

Às vezes, os remetentes “falsificam” um número de telefone governamental ou comercial, de modo que parece vir de uma entidade oficial. Lembre-se de que governos e bancos nunca entrarão em contato com você diretamente, pedindo informações pessoais ou dinheiro.

Chamadas de phishing
Com a tecnologia de voz pela Internet tornando as ligações automáticas baratas e fáceis, os golpistas não podem deixar de nos inundar com novos golpes tópicos. Temos visto relatos de ligações automáticas oferecendo tratamentos médicos falsos ou kits de teste gratuitos, se você responder com suas informações. Outros realizam pedidos de caridade, como um que parece vir da Organização Mundial da Saúde, solicitando uma doação para um fundo de ajuda emergencial.

Como se manter seguro
Os golpistas sempre tentam tirar proveito da incerteza do momento e das notícias que chamam nossa atenção. Veja como se manter seguro:

Fique atento ao receber qualquer tipo de chamada ou mensagem
Sempre suspeite de chamadas, textos, mensagens de mídia social e e-mails não solicitados. Se você questionar a identidade da pessoa, é melhor não interagir. Se uma mensagem suspeita parecer vir de um amigo, ligue diretamente para ele para saber se o telefone foi hackeado. Não clique em links ou abra anexos de ninguém, a menos que tenha certeza de que a comunicação é autêntica.

Nunca compartilhe seus dados pessoais ou financeiros
Nunca forneça suas informações pessoais e financeiras por telefone ou por texto. Se você for pressionado a fazer isso, vá diretamente à fonte. Ligue para a suposta instituição que está solicitando suas informações para checar o motivo.

Tenha cuidado com os aplicativos que você baixa
Baixe apenas aplicativos de lojas conhecidas e que você sabe serem confiáveis; ​​e verifique as avaliações do aplicativo antes de comprar.

Procure um bloqueador de spam
Muitas operadoras de telefonia oferecem um serviço ou aplicativo que ajuda a identificar e filtrar chamadas de spam. Isso pode ajudar a minimizar essas chamadas de phishing.

Navegue e faça compras com segurança
Ao navegar ou fazer compras em seu dispositivo móvel, vá diretamente para o site ou aplicativo confiável ao invés de clicar nos links das mensagens.

Por fim, mantenha seus dispositivos seguros e protegidos com um software de segurança móvel.

Por Flavio Elizalde, diretor de vendas da McAfee

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos