Informe aqui

Como melhorar a agilidade e checar performance de notebooks

Com a crise da Covid-19, muitas empresas e microempreendedores tiveram que aderir ao home office. Nessa movimentação, o notebook passou a ser principal e essencial ferramenta de trabalho para a execução das atividades. No entanto, muitos empresários não tiveram tempo de configurar as máquinas para atender o ritmo diário das atividades corporativas. Para os que estão utilizando o mesmo notebook usados no trabalho, o impacto foi muito pequeno. Mas, nas empresas que atuam com os famosos PCs, os equipamentos portáteis usados pelas para reuniões externas e até mesmo os notebooks pessoais entraram na jogada. Nesses casos, cuidados são essências para garantir a agilidade do trabalho.

Para entender mais sobre o assunto, conversamos com Emerson Salomão, especialista em notebooks profissionais de alto desempenho e CEO da Avell – marca referência neste mercado, para pegar dicas de como garantir a boa performance das máquinas portáteis neste período de isolamento social.

Salomão reforça uma coisa importante. “Não é porque estamos trabalhando de casa que não temos que ter responsabilidade com a legislação”. O primeiro ponto lembrado pelo empresário é estar em conformidade com a lei ao utilizar apenas programas licenciados. O especialista recomenda a utilização do Windows 10, sempre versão original, com configurações de hardwares alinhadas com a demanda de programas utilizados no dia a dia de trabalho.

“Há notebooks de uso caseiro sendo utilizados para rodar apresentações pesadas. Isso gera morosidade na criação que reflete em toda as outras atividade da empresa. Essa movimentação todos os dias gera improdutividade. É importante deixar essa reflexão para que empresários enxerguem gaps enraizados”, pondera o executivo.

Para a demanda corporativa, que exige uso diário da máquina, 8 hora por dia, o ideal é incorporar uma configuração de, no mínimo, 16GB de memória RAM, armazenamento do tipo SSD, placa de vídeo a partir de 4GB de memória e processador Intel série H. “Só o Windows 10 utiliza 8GB de memória RAM, então, a delimitação de 16GB é importante para dar fôlego aos outros programas”, conta.

Abaixo, seguem dicas do Emerson Salomão, para a boa performance de notebooks dentro dos conceitos de velocidade, manutenção, tela e higienização:

Velocidade
Para utilização do Windows 10 a indicação é utilizar a tecnologia de armazenamento SSD. O HD é um sistema que já está em desuso pela sua velocidade de transmissão de dados, tamanho e segurança dos arquivos que podem ser perdidos, caso ocorra algum dano físico. Para exemplificar melhor isso, enquanto um HD trabalha com transmissão de arquivos a 120mb/s, um SSD trabalha em torno de 500mb/s e SSD do tipo NVME chega a trabalhar acima dos 2000mb/s. A nossa indicação é migrar totalmente para SSD. Outro ponto que pode gerar lentidão é exceder a utilização da memória RAM. Para ver se está sendo utilizada em seu limite, verifique no gerenciador de tarefas (Ctrl+Alt+Del) na aba “desempenho’ a performance dos componentes e quais estão sendo utilizados em seu limite, ou, entre em contato com um técnico para verificar. Salvar os arquivos em nuvem pode ser uma boa saída para não exceder a utilização da memória.

Tela
Para melhorar a fidelidade de cores e atualização da tela é importante sempre verificar a taxa sRGB, quanto mais perto do 100% melhor. A quantidade de nits e a taxa de atualização que é medida em Hertz também segue a mesma parametrização, quanto mais melhor.

Manutenção! Desliguem os notebooks
Muitas pessoas têm o hábito de fecharem as máquinas sem acionar o botão “desligar”. A cada fim de expediente é aconselhável fechar todos os programas e desligar a máquina. Algumas aplicações, como as de edição e vídeo, por exemplo, utilizam uma parte da memória para despejo de arquivos enquanto estão ligados. Então, a cada fim de projeto é recomendado a limpeza do programa e a desativação correta do notebook.

Higienização dos notebooks em tempos de Covid-19
Para a limpeza física é recomendado utilizar pincel de cerdas macias para o teclado e produtos que não agridem a pintura do equipamento. O ideal é utilizar algodão ou pano 100% algodão com silicone líquido ou limpa vidro transparente, sem amoníaco. Para matar possíveis bactérias nesse período de Covid-19 é indicado o uso de álcool isopropílico. O uso de álcool líquido e em gel não é indicado, pois a composição do composto químico pode danificar a máquina.

Tão importante quanto a limpeza superficial é essencial a limpeza interna da máquina. Nesse caso, o procedimento deve ser realizado por um técnico de confiança ou pela própria fabricante.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos