Mercado

Bloomberg: agora é possível acessar dados alternativos de provedores terceirizados

A Bloomberg anunciou a expansão da sua oferta de dados alternativos por meio do Enterprise Access Point, o marketplace de dados web da empresa, para incluir mais de 60 provedores terceirizados

Essa expansão representa um aumento de três vezes no número de fornecedores terceirizados de dados alternativos disponíveis por meio do Enterprise Access Point desde o lançamento do produto em fevereiro de 2019. Além dos conjuntos de dados da Bloomberg, os clientes de Data License agora podem acessar um catálogo muito mais amplo de dados alternativos com curadoria, posicionados de forma única para fornecer insights sobre o mercado atual.

“Nos últimos anos, vimos a demanda por dados alternativos disparar conforme as empresas integraram percepções sofisticadas em suas estratégias de investimento. Isso só aumentou com a pandemia de Covid-19, já que informações antes consideradas como valor agregado agora se tornaram essenciais para navegar em uma economia desorganizada”, disse Caroline Ward, Gerente de Alternative and Historical Data Product da Bloomberg. “A expansão do Enterprise Access Point garante que nossos clientes tenham acesso direto a uma ampla gama de dados alternativos, em conjunto com os dados financeiros tradicionais líderes de mercado da Bloomberg, para que possam tomar decisões de investimento informadas e confiantes.”

Nos últimos anos, vimos a demanda por dados alternativos disparar conforme as empresas integraram percepções sofisticadas em suas estratégias de investimento

Dados alternativos podem ser particularmente úteis considerando-se os recentes eventos mundiais, como mudanças geopolíticas e disrupções na cadeia de suprimentos. O Enterprise Access Point agora apresenta conjuntos de dados especificamente relevantes para a Covid-19. Isso inclui dados sobre: biotecnologia e indústria farmacêutica, acontecimentos como despejos e execuções hipotecárias, risco geopolítico, uso regional da internet, pontuação de posicionamento social, dados sobre tendências de tecnologia e descontos de marca.

“Na MariTrace, recebemos cerca de 1,6 milhão de mensagens por hora de navios de todo o mundo via satélite e receptores terrestres. O processo de análise desse vasto fluxo de dados é algo que passamos anos refinando. No entanto, criar um repositório de informações de nossos conjuntos de dados personalizados é apenas metade da história. Trabalhar com a Bloomberg nos deu uma maneira eficaz de fornecer esses dados diretamente aos investidores, sem complicações ou barreiras desnecessárias para nós ou os usuários finais”, disse Thomas Owen, Managing Director da MariTrace, que fornece dados sobre a movimentação de mais de 50.000 navios comerciais entre 7.500 portos e fornece inteligência de mercado e commodity.

“A Kumi Analytics tem trabalhado com economistas e cientistas de observação da Terra para desenvolver um sinal indicador de mudanças na atividade econômica e, especificamente, medições do PIB, rastreando luzes noturnas em todo o mundo. Nossos dados são um indicador único que quando integrado com conjuntos de dados contextuais adicionais, apresenta uma história completa e cheia de nuances. Estamos trabalhando com a Bloomberg porque sua oferta de dados, líder de mercado, fornecerá uma imagem mais completa para um melhor atendimento aos investidores, e o alcance impressionante da Bloomberg nos ajudará a levar nossos dados a investidores sofisticados e líderes”, disse Clinton Libbey, Managing Director da Kumi Analytics.

Além de um feed de dados alternativos e tradicionais de alta qualidade, a Data License fornece aos clientes acesso e integração de dados. Em maio, a Bloomberg anunciou grandes atualizações para o Enterprise Access Point, que melhoraram significativamente a funcionalidade do usuário, incluindo um criador de dataset e um marketplace de dados self-service. O marketplace de dados, que apresenta a opção clique para comprar, capacita os clientes de Data License a descobrir, acessar e usar imediatamente conjuntos de dados complexos com mais facilidade.

“Fizemos atualizações significativas no Enterprise Access Point conforme a demanda por dados evoluiu neste ambiente de volatilidade de mercado e trabalho remoto”, disse Gerard Francis, Global Head de Enterprise Data da Bloomberg. “Os clientes agora terão acesso a uma coleção insuperável e extensa de dados alternativos, e poderão acessá-los e integrá-los ao seu fluxo de trabalho com mais rapidez do que nunca, acelerando o time to value.”

O Enterprise Access Point é um mercado de dados web para os clientes descobrirem e usarem facilmente nos produtos da Bloomberg. Foi lançado pela primeira vez em 2018 e pode ser usado para navegar por conjuntos de dados, examinar metadados, baixar e testar amostras de conjuntos de dados antes da aquisição e colocá-los imediatamente em uso dentro de uma organização. Ele fornece acesso ao One Data da Bloomberg, incluindo dados de referência padronizada, regulatórios, de precificação e quantitativos.

Serviço
www.bloomberg.com/eap

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos