Tecnologia

Ascenty estende rede de fibra óptica até cabos submarinos em Praia Grande (SP)

O serviço reforça a expertise da companhia para solucionar os desafios de conectividade entre ambientes de nuvem, trazendo aos clientes possibilidades de negócio em Colocation com o cloud no Brasil e no mundo

fibra ópticaA Ascenty, empresa que atua no mercado de data center na América Latina, lança projeto de conectividade para proporcionar conexão direta entre as Cable Landing Stations (ponto de chegada dos cabos submarinos), em Praia Grande (SP), e seus data centers localizados no estado de São Paulo.

“Temos muita segurança em afirmar que essa nova rede, 100% redundante e subterrânea, irá conectar os clientes que precisam de tráfego internacional com baixa latência e muita resiliência direto de nossos data centers até todos os provedores de cabo submarino que chegam no Brasil”  

A sólida estrutura de conectividade da Ascenty é composta por uma rede dedicada de 4.500 km de fibra óptica que conecta todos os data centers da empresa (localizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará) aos principais provedores de conteúdo e nuvem, operadoras de telecomunicação e data centers de terceiros. O investimento para estender a rede até as landing stations é uma estratégia para possibilitar conexão física e direta cada vez melhor com provedores globais de nuvem pública (como Amazon Web Services, Google Cloud, Microsoft Azure, Oracle Cloud e IBM Cloud) com baixa latência.

“Temos muita segurança em afirmar que essa nova rede, 100% redundante e subterrânea, irá conectar os clientes que precisam de tráfego internacional com baixa latência e muita resiliência direto de nossos data centers até todos os provedores de cabo submarino que chegam no Brasil. Queremos proporcionar a eles a mesma segurança e conforto que têm com serviço de excelência em nossos data centers, estendendo essa qualidade até o ponto de conexão com outros continentes”, comenta Marcos Siqueira, vice-presidente de Operações da Ascenty.

Entre os dias 29 e 31 de outubro, Marcos e sua equipe acompanham a Futurecom 2019, em São Paulo, para debater a relação entre os data centers e os ecossistemas de interconexão, e se encontra com clientes e líderes de mercado para anunciar os detalhes do novo projeto.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos