Internacional

Arvind Krishna assume o cargo de CEO global da IBM

O anúncio foi feito hoje para todos os profissionais da companhia no mundo

dois homens celebram conquistaO recém-empossado Chief Executive Officer da IBM, Arvind Krishna, está há mais de mais de 30 anos na companhia e  substitui Ginni Rometty, que esteve nessa cadeira por oito anos e permanecerá como presidente do Conselho. Krishna, entre outros cargos, já ocupou a posição de vice-presidente sênior de Cloud & Cognitive Software, tendo atuado no processo de aquisição da Red Hat no final de 2018, que definiu o mercado da nuvem híbrida.

Houve alteração em uma série de cargos de liderança, entre eles, que o ex CEO da Red Hat, Jim Whitehurst, é nomeado presidente da IBM e Paul Cormier assume como CEO da Red Hat.

A companhia compartilhou a carta publicada hoje (7), enviada por Arvind a todos os funcionários da IBM, e Infor Channel replica para os leitores.

Olá a todos,
Escrevo para vocês pela primeira vez como seu novo CEO em meio a uma crise global de saúde pública, diferente de qualquer outra que já enfrentamos. Essa pandemia global está afetando a todos e impactou o ritmo de nossas vidas diárias.

Nossa primeira prioridade é a sua saúde física e bem-estar mental. Também estamos cientes do impacto que a Covid-19 está causando nas famílias, amigos, comunidades dos IBMistas, assim como nos nossos clientes. Durante esse período desafiador, todos precisamos ter empatia, solidariedade e compreensão um pelo outro.

Essa crise também está mudando a maneira como muitos de nós trabalhamos. Fiquei particularmente impressionado ao ver a rapidez com que muitos IBMistas se adaptaram à novas maneiras de trabalhar, incluindo virtualmente e em novas configurações, que eu sei que às vezes podem ser um desafio.

Ao mesmo tempo, existem muitos IBMistas que permanecem em nossos locais essenciais para realizarem trabalhos de missão crítica. Tive a oportunidade de passar um tempo com alguns de vocês em nosso escritório em Poughkeepsie alguns dias atrás. Quero compartilhar meus mais profundos agradecimentos a cada um de vocês por sua resiliência e compromisso com a IBM.

Se há uma coisa que essa crise de saúde pública trouxe à luz, é o papel sempre essencial da IBM no mundo. Nós somos a espinha dorsal de alguns dos sistemas mais críticos do mundo. Nossas tecnologias e serviços ajudam os bancos a realizar transações de cartão de crédito, as empresas a administrar cadeias de suprimentos, as companhias de telecomunicações a conectar clientes, os prestadores de serviços de saúde a melhorar o atendimento aos pacientes e as empresas e cidades a enfrentar ameaças cibernéticas.

Acredito que podemos fazer da IBM o parceiro de tecnologia mais confiável do século XXI. Para que isso aconteça, precisamos garantir que a IBM continue inovando e liderando as jornadas de transformação em que nossos clientes estão. Nuvem híbrida e inteligência artificial são duas forças dominantes que impulsionam a mudança de nossos clientes e devem ter o foco obstinado de toda a empresa.

A IBM já construiu plataformas duradouras em mainframe, serviços e middleware. Todos os três continuam a servir nossos clientes. Acredito que agora é a hora de construir uma quarta plataforma em nuvem híbrida. Uma plataforma de nuvem híbrida essencial e onipresente em que nossos clientes confiarão para realizar seu trabalho mais crítico neste século. Uma plataforma que pode durar ainda mais que as outras.

Os fundamentos já estão no lugar. Nossa abordagem para a nuvem híbrida é a mais flexível e a mais econômica para nossos clientes a longo prazo. Juntamente com nossa profunda experiência, a IBM possui recursos exclusivos para ajudar nossos clientes a perceber o potencial de um modelo de negócios em nuvem híbrida.

Além disso, a IBM é uma potência da inovação. Se você observar todas as forças tectônicas que moldam o futuro da tecnologia – nuvem, IA, blockchain e quantum – a IBM está liderando em todas as frentes.

Para chegar lá, precisamos realizar uma série de ações específicas. Deixe-me destacar algumas.

– Primeiramente, precisamos aprofundar nosso entendimento das duas batalhas estratégicas da IBM: a jornada para a nuvem híbrida e a IA. Todos nós precisamos entender e aproveitar as fontes de vantagem competitiva da IBM. Ou seja, nossa liderança em código aberto e segurança, nosso profundo conhecimento e confiança e o fato de permitirmos que os clientes criem aplicativos essenciais uma vez e os executem em qualquer lugar.

– Em segundo lugar, temos que vencer a batalha arquitetônica em nuvem. Há uma janela de oportunidade única para a IBM e a Red Hat estabelecerem Linux, Containers e Kubernetes como o novo padrão. Podemos tornar o Red Hat OpenShift a opção padrão para nuvem híbrida da mesma maneira que o Red Hat Enterprise Linux é a opção padrão para o sistema operacional.

– Em terceiro lugar, todos devemos estar obcecados em encantar continuamente nossos clientes. A cada interação, devemos nos esforçar para oferecer a eles a melhor experiência e valor. A única maneira de liderar o mercado em constante mudança de hoje é inovar constantemente de acordo com o que nossos clientes desejam e precisam.

Arvind Krishna                                      Photo by John O’Boyle

Para ajudar a dar vida a tudo isso, estou anunciando uma série de mudanças na liderança:

– Jim Whitehurst, em seu novo cargo de presidente, vai direcionar a unidade de IBM Strategy bem como a de Cloud e Cognitive Software, onde irá supervisionar as tecnologias fundamentais que estão impulsionando a Transformação Digital entre nossos clientes. Jim traz sua extensa experiência de liderança, pensamento estratégico e conhecimento operacional.

– Bridget van Kralingen se tornará vice-presidente sênior de Global Markets. Nessa função, ela irá suceder Martin Schroeter, que decidiu se aposentar após 28 anos na IBM, e continuará a liderar indústrias globais e contas integradas. Bridget traz uma reputação estelar da indústria e habilidades de engajamento de clientes de classe mundial para esse papel. Ela irá se concentrar na simplificação de nossas estratégias de go-to-market em todas as unidades de negócios e no fortalecimento da cultura centrada no cliente da IBM.

– Paul Cormier se tornará o CEO da Red Hat. Paul é um Red Hatter de longa data. Suas profundas habilidades de engenharia, experiência em produtos e visão da indústria fazem dele o líder certo para impulsionar a inovação e o crescimento contínuos da tecnologia Red Hat.

– Howard Boville se juntará à IBM vindo do Bank of America em 1º de maio para se tornar vice-presidente sênior de Cloud Platform, supervisionando IBM Cloud. Ele é um estrategista comprovado e especialista no domínio da nuvem e desempenhou um papel crítico no desenvolvimento da nuvem pública pronta para serviços financeiros com a IBM.

Cultura é tudo. É o que impulsiona a capacidade em qualquer organização. Uma das minhas principais prioridades será promover uma mentalidade empreendedora em todos os nossos negócios. Trata-se de ser ágil, pragmático e ter como objetivo a velocidade acima da elegância. E trata-se de se sentir à vontade com a ambiguidade e se adaptar continuamente às circunstâncias instáveis.

Tudo isso também precisa ser complementado por uma mentalidade de crescimento. Isso se baseia no entendimento de que todos temos uma enorme capacidade de crescimento. Mas também, esse aprendizado é um processo contínuo – não um evento pontual. É uma mentalidade impulsionada por uma busca por conhecimento e curiosidade apaixonada.

Você também pode contar com minha liderança para estabelecer ainda mais a IBM como o padrão de ouro em tecnologia para o bem. Ganhamos a confiança de nossos clientes e da sociedade há mais de um século. Hoje, mais do que nunca, a confiança é nossa licença para operar. Nossos valores, o compromisso de longa data com a diversidade e a inclusão e a administração responsável são algumas das razões pelas quais tantos IBMistas têm tanto orgulho de trabalhar na IBM. É por isso que os IBMistas se sentem à vontade em trabalhar na companhia. E é algo que temos que proteger e nutrir, se queremos atrair os melhores talentos do mundo.

O caráter é o mas importante. Isso é especialmente verdadeiro em crises históricas e abrangentes como a que estamos enfrentando. Como seu novo CEO, quero permanecer transparente e aberto. Eu quero ouvir as boas e as más notícias. Também farei o possível para continuar ouvindo e aprendendo com todos.

A IBM é uma empresa forte. Em nossos 109 anos de história, enfrentamos inúmeras tempestades e vimos muitas crises se desenrolarem diante de nossos olhos. Hoje, somos financeiramente fortes e temos uma base de clientes fiéis. Quando a crise terminar, estou confiante de que a IBM emergirá forte e estaremos focados no crescimento. Poucas empresas têm confiança, credibilidade e sabedoria acumulada para mudar a estrutura da sociedade por meio da tecnologia da maneira que a IBM pode.

Eu amo essa empresa. Nos meus mais de 30 anos na IBM, vi em primeira mão o tremendo talento e dedicação que os IBMistas possuem. Por todas essas razões, sinto-me verdadeiramente honrado por ser seu CEO e liderar uma empresa icônica, histórica e inovadora como a IBM.

Estou ansioso para ouvir e aprender com todos vocês. Para isso, juntem-se a mim na minha primeira sessão do “CEO office houer” no meu novo canal de Slack #Join-Arvind. Estarei online e pronto para trocar ideias.

Arvind Krishna

1 Comentário

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos