Tecnologia

American Tower lança rede neutra de fibra óptica FTTH em Belo Horizonte

A companhia é a primeira a implementar solução no País e se consolida como viabilizadora de infraestrutura compartilhada também em fibra óptica para o segmento de telecomunicações

A American Tower, uma das maiores empresas globais, líder em infraestrutura compartilhada para o setor de telecomunicações, dá um importante passo no Brasil e apresenta sua nova rede neutra FTTH (Fiber to the Home). O modelo e tecnologia permitem às operadoras oferecer serviços de telecomunicações, como TV, banda larga e voz, a seus clientes residenciais e empresariais sem a necessidade de investimento em infraestrutura de rede, uma vez que o novo modelo permite o uso mais racional dos ativos de redes ópticas.

Na primeira fase do projeto, a área selecionada utilizará os dutos já existentes na região central de Belo Horizonte, onde já não faz mais sentido construir novas redes subterrâneas, ou até mesmo redes aéreas. O modelo vem ao encontro à necessidade de otimização da infraestrutura e evita a construção de várias redes superpostas, além de contribuir para a melhor organização do uso do espaço.
O novo modelo é disruptivo porque propõe o uso compartilhado de uma rede óptica a todos os players, replicando a sinergia do modelo de torres ao evitar a redundância de investimentos e uso de espaço

“A American Tower, conhecida como viabilizadora de infraestrutura de conectividade, amplia sua atuação no mercado e leva o conceito de compartilhamento de ativos, também para sua rede de fibra óptica. Com isso, a companhia se torna pioneira no Brasil com o modelo que conta com toda a eletrônica necessária para otimizar o compartilhamento das fibras ópticas da rede externa.

O novo modelo é disruptivo porque propõe o uso compartilhado de uma rede óptica a todos os players, replicando a sinergia do modelo de torres ao evitar a redundância de investimentos e uso de espaço, ainda hoje tipicamente realizado individualmente por cada player ao construir sua própria infraestrutura. Antes disso, eles tinham apenas a opção de construir sua própria infraestrutura”, explica Abel Camargo, diretor de Estratégia e Novos Negócios da American Tower do Brasil, que acredita também que o mesmo conceito pode ser até mais aplicado em cidades menores, onde o desafio torna-se maior com relação aos retornos esperados para investimentos individuais em infraestrutura por operadoras e provedores de internet.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos