Destaque Internacional

Alta tecnologia para combater a desigualdade racial

A Linux Foundation e a IBM anunciam novos projetos de código aberto para promover a justiça racial

A Linux Foundation anunciou que hospedará sete projetos do Call for Code for Racial Justice, uma iniciativa impulsionada pela IBM e pela David Clark Cause, que pede ao ecossistema global de desenvolvedores e a comunidade de código aberto que contribuam com soluções que possam ajudar a enfrentar as desigualdades raciais.

O Call for Code for Racial Justice foi lançado em outubro de 2020 e facilita a adoção e inovação de projetos de código aberto por desenvolvedores, parceiros do ecossistema e comunidades em todo o mundo para promover a justiça racial em três áreas de foco: Polícia, Reforma Judicial e Responsabilidade; Representação diversa; e Reforma de Política e Legislação. A iniciativa se baseia no Call for Code, que foi criado em 2018 e cresceu para mais de 400 mil desenvolvedores em 179 países.

O projeto TakeTwo está aproveitando a Inclusive Naming Initiative para fornecer orientação linguística a qualquer pessoa que queira escrever conscientemente em todas as plataformas

“A tecnologia de código aberto tem um papel importante a desempenhar no tratamento dos maiores desafios de nosso tempo, e isso inclui a justiça racial”, disse Mike Dolan, vice-presidente sênior e gerente geral de Projetos da Linux Foundation. “Estamos entusiasmados em hospedar e apoiar esses projetos e esperamos saber como eles serão desenvolvidos e implantados por meio de contribuições da comunidade de código aberto”, acrescentou.

Como parte do anúncio, a Linux Foundation e a IBM revelaram a adoção de duas tecnologias, a Fair Change e a TakeTwo.  A primeira é uma plataforma para ajudar a registrar, catalogar e acessar evidências de incidentes com potencial racial para possibilitar a transparência, reeducação e reforma como uma questão de interesse público e segurança. Consiste em um aplicativo móvel para iOS e Android, que usa o React Native, uma API para capturar dados de várias fontes criadas usando Node JS. Ele também inclui um site com uma visualização do mapa geoespacial de incidentes construídos usando o Google Maps e React. Os dados podem ser armazenados em um banco de dados hospedado na Nuvem.

Linguagem apropriada

Já o TakeTwo visa ajudar a mitigar o preconceito no conteúdo digital, seja ele aberto ou sutil, com foco no texto em artigos de notícias, manchetes, páginas da web, blogs e até mesmo código. A solução foi projetada para fornecer um conjunto consistente de recomendações de linguagem, aproveitando diretórios de termos inclusivos compilados por fontes confiáveis como a Inclusive Naming Initiative, que foi fundada pela Linux Foundation, Cloud Native Computing Foundation, IBM, Red Hat, Cisco e VMware. A terminologia é categorizada e pode ser usada para treinar um modelo de IA para aprimorar sua precisão ao longo do tempo. O TakeTwo foi construído usando tecnologias de código aberto, incluindo Python, FastAPI e Docker . A API pode ser executada localmente com um Adobe CouchDB, banco de dados de backend, ou banco de dados IBM Coudant. A IBM já implementou TakeTwo dentro de suas ferramentas IBM Developer existentes que são usadas para publicar novo conteúdo produzido por centenas de IBMistas a cada semana. TakeTwo está sendo testado pela IBM para o conteúdo do site IBM Developer.

“Vista de uma perspectiva etimológica, a linguagem é uma manifestação de nossos pontos de vista inerentes sobre a sociedade. Muitas frases e palavras podem ser usadas em contextos inofensivos, mas carregam uma história que não apoia nossa comunidade diversificada e multicultural de engenharia hoje. Para esse fim, É com grande orgulho que o projeto TakeTwo está aproveitando a Inclusive Naming Initiative para fornecer orientação linguística a qualquer pessoa que queira escrever conscientemente em todas as plataformas. Ao expandir para além dos desenvolvedores com soluções como TakeTwo, Inclusive Naming está se tornando essencial para uma comunidade diversificada e resiliente de executores e estamos muito honrados “, disse Priyanka Sharma, gerente geral da Cloud Native Computing Foundation.

Além dos dois novos iniciadores de solução, a Linux Foundation hospedará agora cinco projetos de código aberto existentes e em evolução da Call for Code for Racial Justice:

Five Fifths Voter:  este aplicativo da web permite que as minorias exerçam seu direito de voto e ajuda a garantir que sua voz seja ouvida, determinando estratégias de votação ideais e limitando problemas de supressão.

Legit-Info: a legislação local pode ter impactos significativos em áreas de longo alcance como empregos, meio ambiente e segurança. Legit-Info ajuda as pessoas a entender a legislação que molda suas vidas.

Incident Accuracy Reporting System: esta plataforma permite que testemunhas e vítimas corroborem as evidências ou forneçam informações adicionais de fontes múltiplas contra um relatório policial oficial.

Open Sentencing: para ajudar os defensores públicos a servir melhor seus clientes e fazer um caso mais forte, o Open Sentencing mostra o preconceito racial em dados como dados demográficos.

Truth Loop: este aplicativo ajuda as comunidades a entender as políticas, regulamentos e legislação que mais as afetarão.

Esses projetos foram construídos usando tecnologias como Red Hat OpenShift, IBM Cloud, IBM Watson, razão Blockchain, Node.js, Vu.js, Docker, upstream Kubernetes e Tekton. A Linux Foundation e a IBM estão pedindo aos desenvolvedores e parceiros do ecossistema que contribuam testando, estendendo e implementando-os e adicionando suas próprias perspectivas e conhecimentos diversos para torná-los ainda mais fortes.

Serviço
www.linuxfoundation.org
www.ibm.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos