Informe aqui

A parte legal de abrir uma empresa

Se formos definir o conceito de empresa, diríamos que se trata da estruturação de um negócio, atribuindo personalidade jurídica distinta dos sócios

Esta pode ser individual (EIRELE) ou Simples (com dois ou mais sócios), tendo atividade industrial, comercial, prestação de serviço ou mistas.

Uma velha reclamação dos brasileiros, era a burocracia para abertura de novas empresas. Um estudo feito pelo Doing Business em 2017 apontou que o país ocupava a 175ª posição em um ranking de 190 países e o tempo médio para abertura de um negócio no Brasil era de 79,5 dias sendo necessários 11 procedimentos para realizar a formalização.

Segundo o advogado Douglas Calvo hoje, algumas medidas foram adotadas para facilitar e viabilizar a abertura de novas empresas, com medidas pelo Governo Federal (através da MP da Liberdade Econômica). Essa medida liberou as startups do alvará de funcionamento para testar novos produtos e serviços, desde que os itens não afetem a saúde ou a segurança pública e sanitária e não haja uso de materiais restritos. A regra também valerá para pequenas empresas.

Na esfera Municipal, o projeto da Prefeitura de São Paulo, Empreenda Fácil, que reduziu o tempo de abertura de empresas de baixo risco de mais de 100 dias para menos de 5 dias.

Com essas medidas, o Doing Business 2019 apurou que com essas mudanças o Brasil chegou à 109a posição no ranking global de facilidade de se fazer negócios, reduzindo drasticamente o tempo necessário para registrar uma nova empresa para apenas 20 dias (Em 2018 o processo levava 82 dias a nível nacional). Com isso, o Brasil passou da 175ª para a 140ª na posição global no item abertura de Empresa.

Em termos práticos, abaixo um passo a passo de como proceder para abrir uma empresa:
Antes de adentrar na parte burocrática, entendo que quem chegou ate aqui já efetuou pesquisas sobre o negócio que pretende iniciar, sua viabilidade, local, e concorrentes.
Superado tal aspecto, a primeira recomendação que faço, é a contratação de um contador de confiança, o qual vai auxiliá-lo neste procedimento e muito provavelmente permanecera como seu contador na gestão de toda parte burocrática da empresa.

Local? – Onde essa empresa se situará?
A depender do tipo de serviço, certos endereços não são permitidos (por exemplo, atividade industrial possui requisitos específicos; ou ainda, Comercio não seria permitido em um apartamento a depender da convenção do condomínio).

Sócios
Verifique junto a Secretaria da Receita Federal uma pesquisa sobre a inexistência de pendencias fiscais dos sócios, as quais podem impedir o registro.

Qual será o Capital social
Capital Social é o montante de dinheiro que será investido no negócio para ela começar a funcionar. Não há delimitação – na maioria dos casos – estabelecido por lei. Esse capital possui impactos na responsabilidade dos sócios.

Elaboração do Contrato Social
De posse das confirmações anteriores, deve ser contratado um advogado para a elaboração do Contrato Social da empresam que nada mais é do que o documento que aborda todos os aspectos da empresa, desde a qualificação completa dos sócios, o Capital Social, suas respectivas participações e responsabilidades, além de diversas outras disposições legais.

Registro
A depender do tipo de negócio da empresa, diferentes órgãos são responsáveis pelo seu registro. Por exemplo: Para o Empreendedor Individual – MEI, o registro deve ser feito na JUCESP. Já uma Sociedade Simples, deve ser registrada no Cartório do Registro Civil de Pessoas Jurídicas.

CNPJ
Para obtenção do CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, consulte o site da Receita Federal (http://receita.economia.gov.br/interface/lista-de-servicos/cadastros/cnpj/inscrever-alterar-e-dar-baixa-no-cnpj) bem como, para obtenção da Inscrição Estadual, confira no site do seu Estado, quais os documentos necessários. Não listaremos aqui, pois, estes se diferenciam a depender do tipo de negocio e Estado, como por exemplo empresas que exercerão atividades mais peculiares, onde são exigidas Licenças Ambientais, Sanitária, Corpo de Bombeiros, Registro Especifico no Órgão de Classe, etc.

Portanto estas são – em poucas linhas – as questões legais a serem tratadas na abertura de uma empresa, sendo certo que há ainda muitas outras questões que o empreendedor deve levar em consideração, antes mesmo de abrir a empresa, como sua viabilidade comercial (se dará lucro), quais serão seus concorrentes, e por ultimo e mais importante, se possui Know-how na atividade que pretende.

 

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos