book_icon

Inteligência Artificial está transformando setores e redefinindo suas práticas

A Inteligência Artificial (IA) tem se consolidado como uma das tecnologias mais transformadoras do século XXI. Desde sua concepção, a IA evoluiu de simples algoritmos de reconhecimento de padrões para sistemas sofisticados capazes de realizar tarefas complexas e de aprender com Dados.

Segundo a Grand View Research, empresa de consultoria e tecnologia de pesquisa de mercado, estima-se que o mercado global de IA alcance USD 13,9 trilhões até 2030, crescendo a um CAGR de 26,9% entre 2023 e 2030. Sua aplicação prática está redefinindo diversos setores, da saúde à manufatura, passando pela educação e transporte, isto é visto no investimento pesado que as empresas estão fazendo em IA, em 2022, os investimentos globais em startups atingiram um recorde de USD 22,6 bilhões, explica relatório da CBINSIGHTS, empresa com plataforma de análise de negócios e banco de Dados global.

É possível observar estes investimento na aplicação da IA na saúde, a qual está revolucionando a forma como diagnósticos e tratamentos são realizados. Algoritmos de Machine Learning (ML) são usados para analisar grandes volumes de Dados médicos e identificar padrões que podem escapar ao olho humano. Por exemplo, sistemas de IA podem detectar anomalias em exames de imagem com uma precisão que rivaliza com a dos melhores radiologistas.

Além disso, a IA está sendo utilizada para desenvolver tratamentos personalizados. Analisando Dados genéticos, históricos médicos e outros fatores, algoritmos podem sugerir tratamentos sob medida para cada paciente, aumentando a eficácia e reduzindo efeitos colaterais.

Já na indústria manufatureira, a IA está sendo empregada para otimizar processos de produção e realizar manutenção preditiva. Sensores inteligentes e algoritmos de ML são utilizados para monitorar máquinas e prever falhas antes que elas ocorram. Isso não só reduz o tempo de inatividade, mas também diminui os custos de manutenção. Aliás, também está sendo usada para otimizar a Cadeia de Suprimentos. Algoritmos podem prever a demanda por produtos com base em Dados históricos e tendências de mercado, permitindo que as empresas ajustem suas operações de forma eficiente. A integração de IA em fábricas inteligentes está criando ambientes de produção mais ágeis e responsivos.

E não para por ai, a IA está transformando a educação ao proporcionar experiências de aprendizado personalizadas e ao automatizar tarefas administrativas. Sistemas de aprendizado adaptativo utilizam IA para ajustar o conteúdo e o ritmo de ensino às necessidades individuais de cada aluno. Isso permite um aprendizado mais eficaz e envolvente.

Além disso, a IA está sendo usada para automatizar tarefas administrativas, como a correção de provas e o gerenciamento de registros estudantis. Isso libera tempo dos professores e administradores, permitindo que eles se concentrem mais no ensino e no apoio aos alunos. Ferramentas de IA também estão sendo utilizadas para fornecer feedback instantâneo aos alunos, ajudando-os a melhorar seu desempenho acadêmico.

Com a automatização destas tarefas, muitas vezes consideradas repetitivas e complexas, liberando tempo para que os funcionários se concentrem em atividades mais estratégicas. Um estudo da McKinsey Global Institute, empresa de consultoria empresarial, estima que a IA pode aumentar a produtividade global em até 25% até 2025.

No setor financeiro, a IA está sendo amplamente utilizada para detecção de fraudes e gestão de investimentos. Algoritmos de aprendizado de máquina podem analisar transações financeiras em tempo real para identificar atividades suspeitas e prevenir fraudes. Isso aumenta a segurança e a confiança dos consumidores. E, também, está transformando a gestão de investimentos. Robo-advisors, que são plataformas de investimento automatizadas, utilizam algoritmos de IA para criar e gerenciar portfólios de investimento personalizados com base nos objetivos e perfil de risco de cada investidor. Isso democratiza o acesso a serviços de investimento de alta qualidade, que antes estavam disponíveis apenas para grandes investidores.

Apesar dos inúmeros benefícios, a aplicação da IA também apresenta desafios e considerações éticas. A privacidade dos Dados é uma preocupação crescente, uma vez que a IA depende de grandes volumes de Dados para funcionar de maneira eficaz. A segurança dos Dados e a proteção da privacidade dos indivíduos devem ser prioridades na implementação de sistemas de IA.

Outro desafio é a transparência e a explicabilidade dos algoritmos de IA. Muitas vezes, os modelos de IA são caixas-pretas, o que significa que suas decisões são difíceis de interpretar. Isso pode ser problemático em setores onde a transparência é crucial, como na saúde e nos serviços financeiros. Desenvolver algoritmos que sejam ao mesmo tempo eficazes e transparentes é uma área de pesquisa ativa.

O futuro da IA promete ainda mais inovações e uma integração mais profunda em diversos aspectos da vida cotidiana. Tecnologias emergentes, como a IA explicável (XAI), estão sendo desenvolvidas para tornar os algoritmos mais transparentes e compreensíveis. A IA também está sendo combinada com outras tecnologias emergentes, como a Internet das Coisas (IoT) e a computação em Nuvem, para criar soluções ainda mais poderosas e abrangentes.

No entanto, para que a IA atinja todo o seu potencial, é fundamental abordar os desafios éticos e regulatórios. A criação de políticas e regulamentos que promovam o uso responsável da IA é essencial para garantir que seus benefícios sejam amplamente distribuídos e que os riscos sejam minimizados.

À medida que a IA continua a evoluir, é crucial que a sociedade, os governos e as empresas trabalhem juntos para maximizar seus benefícios e minimizar seus riscos. Com a abordagem correta, a IA tem o potencial de criar um futuro mais eficiente, inovador e inclusivo.

Por Francisco Chang, Senior VP vendas de parceiros América Latina da Kore.ai.

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.