book_icon

Remessas de PCs tradicionais cresceram 3% no segundo trimestre, aponta IDC

O mercado global apresentou seu segundo trimestre de crescimento após sete trimestres consecutivos de queda, com remessas totalizando 64,9 milhões de unidades

Remessas de PCs tradicionais cresceram 3% no segundo trimestre, aponta IDC

O mercado de PCs tradicionais apresentou seu segundo trimestre de crescimento após sete trimestres consecutivos de queda. De acordo com os resultados preliminares do estudo Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker da IDC, as remessas mundiais atingiram 64,9 milhões de unidades no segundo trimestre de 2024 (2T24), representando um crescimento ano a ano de 3%. Embora o mercado geral tenha se beneficiado de comparações favoráveis para 2023, os resultados fracos na China continuaram a segurar o mercado. Excluindo a China, os embarques mundiais cresceram mais de 5% ano a ano.

O mercado também ultrapassou o preço mais baixo provocado pelo excesso de estoque no ano passado, significando crescimento nos preços médios de venda devido a configurações mais ricas e descontos reduzidos

“Não se engane, o mercado de PCs, assim como outros mercados de tecnologia, enfrenta desafios no curto prazo devido à maturidade e aos ventos contrários”, alertou Ryan Reith, vice-presidente do grupo Worldwide Device Trackers da IDC. “No entanto, dois trimestres consecutivos de crescimento, combinados com muito hype do mercado em torno de PCs de IA (AI PC) e um ciclo de atualização comercial menos intenso, mas indiscutivelmente mais importante, parece ser o que o mercado de PCs precisava. O burburinho é claramente em torno da IA, mas muita coisa está acontecendo com a compra de PCs sem IA para fazer esse mercado maduro mostrar sinais de positividade”, observou.

Nos últimos meses, a maioria dos participantes da indústria expôs suas estratégias iniciais para PCs de IA com foco principalmente no lado dos componentes e no potencial do mercado comercial. Embora a IDC acredite que o mercado comercial tenha a maior vantagem de curto prazo para a IA na indústria de PCs, a história do consumidor ainda não foi contada na íntegra. Todos os olhos estão voltados para a Apple para impulsionar essa mensagem ainda este ano com lançamentos de produtos antecipados, mas não deve ser esquecido que Qualcomm, Intel e AMD provavelmente farão barulho em torno de PCs de IA comerciais e de consumo.

“Fora do ciclo de atualização comercial, a atividade promocional de marcas e canais voltados para o consumidor ajudou a fortalecer o segmento”, disse Jitesh Ubrani, gerente de Pesquisa da Worldwide Mobile Device Trackers da IDC. “O mercado também ultrapassou o preço mais baixo provocado pelo excesso de estoque no ano passado, significando crescimento nos preços médios de venda devido a configurações mais ricas e descontos reduzidos”, completou.

No ranking dos fabricantes de PCs no segundo trimestre de 2024, a Lenovo encabeça a lista com 14,7 milhões de unidades, com market share de 22,7% e crescimento de 3,7% em comparação ao mesmo período do ano passado. A HP está na segunda colocação, com 13,7 milhões de PCs vendidos, market sharre de 21,1% e crescimento de 1,8%. A Dell Technologies vem em seguida, com remessas de 10,1 milhões de unidades, 15,5% de market share e uma queda de 2,4% nas vendas em comparação a 2023. A Apple aparece na quarta posição, com remessas de 5,7 milhões de unidades, market share de 8,8% e crescimento de 20,8% nas vendas. Na quinta colocação aparece a Acer, com 4,4 milhões de unidades vendidas, market share de 6,8% e crescimento de 13,7%.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.