book_icon

O navegador Opera One passa a ser nativo para Windows em Arm

Testes indicaram velocidades mais de quatro vezes superiores às obtidas na versão emulada do navegador

O navegador Opera One passa a ser nativo para Windows em Arm

A Opera anuncia que o Opera agora é nativo para Windows em Arm, resultado de uma colaboração com as equipes da Microsoft App Assure e da Qualcomm Technologies. Este desenvolvimento marca um avanço significativo para o navegador Opera One, que também está se tornando nativo para Windows em ARM, apresentando um desempenho quatro vezes superior. Os testes realizados com o Speedometer, uma ferramenta de benchmark amplamente utilizada para navegadores web, demonstraram a superioridade em velocidade da versão nativa em comparação com a versão emulada.

Com o apoio dos processadores ARM, como o Snapdragon X Elite da Qualcomm, a Opera está entusiasmada com as melhorias de desempenho que esses chips estão trazendo para os PCs com Windows. A empresa reafirma seu compromisso em proporcionar a melhor experiência de navegação para todos os seus usuários, independentemente do dispositivo utilizado. A transição para uma versão nativa do Opera One para Windows em ARM reflete este compromisso e oferece uma navegação mais rápida e otimizada.

Isso se deve ao design eficiente em termos de energia dos processadores Arm, que são projetados para oferecer melhor desempenho com menor consumo de energia  

A arquitetura Arm tem sido usada em chips de dispositivos móveis por bastante tempo e agora está se expandindo para PCs com Windows. Ao combinar isso com o modo de economia de bateria do Opera, os usuários podem esperar um aumento significativo na duração da bateria durante a navegação. Isso se deve ao design eficiente em termos de energia dos processadores Arm, que são projetados para oferecer melhor desempenho com menor consumo de energia. Como resultado, os PCs executam tarefas de forma mais eficiente, operando em temperaturas mais baixas e por períodos prolongados. Essa eficiência é possível graças à arquitetura Arm e seu conjunto de instruções reduzido (RISC), que executa instruções de maneira mais rápida e eficiente do que os processadores tradicionais x86, que utilizam conjuntos de instruções complexas (CISC).

A arquitetura x86 é como um serviço de entrega que usa uma frota de caminhões grandes, antigos e poderosos. Esses caminhões podem transportar muitos pacotes de uma vez, graças aos seus motores grandes e potentes. No entanto, consomem muito combustível e tendem a superaquecer. Por outro lado, a arquitetura Arm é como um serviço de entrega composto por vans novas, pequenas, ágeis e rápidas. Essas vans não precisam transportar tanto por viagem, mas são muito mais eficientes em termos de gasto energético e não têm problemas de superaquecimento.

Serviço
opera.com
investor.opera.com

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.