book_icon

Hitachi Energy vai remodelar parte do sistema Subestações ligadas à hidrelétrica Tucuruí

As subestações de 500kV estão conectadas a uma das maiores usinas do País

Hitachi Energy vai remodelar parte do sistema Subestações ligadas à hidrelétrica Tucuruí

A Hitachi Energy anunciou que venceu o contrato de atualização do sistema de proteção, controle e supervisão (SPCS), setor de 500kV, nas subestações de Tucuruí e Marabá, administradas pela concessionária Eletrobras. Ambas as subestações ficam no Pará, na região Norte, e estão associadas à usina hidrelétrica de mesmo nome (Tucuruí), a segunda maior usina 100 por cento nacional em operação no Brasil, com 8.370 MW de capacidade instalada de geração.

O projeto, que já começou e teve como pano de fundo no primeiro semestre de 2021 o planejamento de retorno da Hitachi Energy para projetos estratégicos de modernização de SPCS, consiste na substituição de todo o sistema de cabos das subestações e dos painéis de proteção e controle. O desafio da empresa seria modernizar duas importantes subestações de energia elétrica do Brasil em um curto espaço de tempo.

A Hitachi Energy também está envolvida no treinamento da equipe que irá monitorar o sistema, na engenharia do projeto elétrico e nos testes e simulações para verificar o funcionamento do equipamento  

A Hitachi Energy também está envolvida no treinamento da equipe que irá monitorar o sistema, na engenharia do projeto elétrico e nos testes e simulações para verificar o funcionamento do equipamento.

“Nesse processo, estamos disponibilizando as mais modernas soluções de proteção do nosso portfólio, que são os IEDs (Intelligent Electronic Devices) bem estabelecidos no mercado, além da substituição dos cabos existentes”, afirma Julio Cezar de Oliveira, gerente de Tecnologia de Automação de Rede da Hitachi Energy no Brasil.

Benefícios e vantagens da modernização
No atual projeto de modernização, a Hitachi Energy instalará diversos novos painéis de proteção e controle em Marabá e Tucuruí. A nova instalação atualizará o sistema de acordo com a norma técnica IEC 61850, que rege todos os sistemas modernos de proteção, controle e supervisão.

Um dos destaques do projeto é a modernização da solução de proteção de barramento distribuído com o IED REB500 da Hitachi Energy, com capacidade de até 60 baias (circuitos de proteção de subestações). Tucuruí conta atualmente com mais de 20 baias, e a flexibilidade da solução que possibilita futuras expansões torna-se muito relevante em uma instalação desse porte.

Com essa modernização, os equipamentos terão vida útil de mais de 15 anos, em linha com o manual de operação e manutenção da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica.

O trabalho em andamento reforça ainda mais o propósito da Hitachi Energy em promover um futuro de energia sustentável para todos. As soluções recém-instaladas reduzirão o número de dispositivos na sala de controle, graças à integração de mais funcionalidades no mesmo dispositivo. Isso ainda leva a benefícios resultantes da economia de espaço, redução de materiais e emissões de carbono.

As soluções implementadas na Eletrobras também estão sendo estrategicamente aplicadas às necessidades de outros clientes que buscam estabelecer uma relação custo-benefício favorável. “Somos responsáveis pela modernização de duas grandes subestações da Eletrobras, oferecendo uma solução que garantirá maior flexibilidade e segurança operacional para o sistema elétrico brasileiro”, afirma Julio de Oliveira.

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.