book_icon

Temenos aponta aplicações da IA Gen para a transformação dos bancos

Tecnologia deixou de ser tendência e hoje é fator central na estratégia das instituições

Temenos aponta aplicações da IA Gen para a transformação dos bancos

Adaptar-se às constantes mudanças regulatórias, avanços tecnológicos e evolução das expectativas dos clientes é um dos principais desafios para os bancos, e não acompanhar esse desenvolvimento significa estar em franca desvantagem em um cenário cada vez mais competitivo. Entretanto, com o advento da Inteligência Artificial Generativa (GenAI), novas possibilidades surgem para o setor diante das rápidas transformações na dinâmica do mercado.

Isso inclui poder criar experiências e soluções para os clientes que ressoem em um nível humano – não apenas abordando métricas financeiras abstratas, como pontuações de crédito ou fluxos de caixa, mas também envolvendo-se com necessidades reais, como o financiamento de um novo veículo e as melhores opções para alcançar esse fim.

Transparência é fundamental em todos os casos de uso de Inteligência Artificial no setor, de modo a garantir, principalmente, a proteção e privacidade dos dados

“Mais do que nunca, a inteligência artificial é um fator central na estratégia das instituições, e seu potencial não pode mais ser ignorado. A GenAI veio para simplificar processos internos, aprimorar a eficiência operacional e criar oportunidades de oferecer produtos e serviços mais relevantes, personalizados e seguros”, afirma Victor Pego, executivo sênior de Vendas para o Brasil da Temenos, empresa especializada em plataforma aberta para bancos.

A seguir, o executivo destaca quatro aplicações da GenAI que prometem remodelar o setor.

Hiperpersonalização
O uso da GenAI abre caminho para uma total personalização dos serviços bancários. Essa tecnologia muda a abordagem do negócio, de bancos que interpretam passivamente os dados dos clientes para instituições proativas que se envolvem diretamente com os usuários por meio de IA conversacional, entendendo e processando suas necessidades em linguagem natural para promover uma experiência mais intuitiva e personalizada.

Segurança
A GenAI permite aos bancos extrair inteligência de dados usando linguagem natural, o que possibilita catalogar rapidamente informações, como alertas de crimes financeiros, identificando temas ou causas-raizes, o que feito de outra forma poderia levar horas para ser executado.

Novos produtos: com auxílio da GenAI, a criação de produtos financeiros, que muitas vezes leva semanas ou até meses, tende a ser drasticamente acelerada. Bancos podem elaborar rapidamente protótipos em resposta às contribuições diretas dos clientes, tratando os produtos como entidades flexíveis e orientadas por código que podem ser adaptadas dinamicamente às necessidades individuais com uma precisão sem precedentes.

Conformidade
O cenário regulatório também está pronto para ser transformado pela GenAI. Ao implementar regras como código, os bancos podem automatizar e simplificar os processos de conformidade, garantindo que novos produtos financeiros sejam inovadores e estejam totalmente alinhados com as leis vigentes. Essa integração da GenAI na regulamentação permite que os bancos se concentrem mais na inovação e no envolvimento com o cliente.

“Devemos lembrar, no entanto, que a implementação e integração da GenIA com a infraestrutura de dados dos bancos deve ser executada de forma ética, segura e responsável. Transparência é fundamental em todos os casos de uso de Inteligência Artificial no setor, de modo a garantir, principalmente, a proteção e privacidade dos dados”, conclui Victor Pego.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.