book_icon

Qual a importância da educação contínua para os profissionais das empresas no futuro do trabalho com a IA?

A Inteligência Artificial está em um crescimento acelerado nas empresas do Brasil e mundo afora, revolucionando e trazendo novos padrões de trabalho que até então eram uma realidade distante. De acordo com o estudo recente IoT Snapshot 2024, da Logicalis, uma empresa global de soluções e serviços de tecnologia da informação e comunicação, 47% das empresas brasileiras utilizam IA no dia a dia.

Muito além da praticidade e ganhos de produtividade, os negócios que investem em tecnologia se tornam mais competitivos no mercado. Os colaboradores, por sua vez, precisam estar atualizados e ter uma cultura de aprendizagem contínua para o desenvolvimento de carreira dentro das companhias.

No mesmo ritmo de expansão estão as edtechs, startups dedicadas à educação, principalmente voltadas com soluções de desenvolvimento de carreiras, treinamento de lideranças para o universo corporativo. Para se ter uma ideia, essas empresas devem movimentar mais de US$350 bilhões até 2025.

Entre as tendências para o setor, está o ensino por meio da gamificação, onde os colaboradores conseguem aprender mais conteúdos em menos tempo de forma divertida com competições e feedbacks em tempo real, que são um estímulo à busca pelo conhecimento e ao senso crítico, o que de fato contribui para a preparação de profissionais para o futuro do trabalho na era da IA.

Para o processo de implementação de IA nas empresas, há tantos desafios quanto oportunidades. Primeiramente, as companhias devem investir em programas de desenvolvimento que preparem os colaboradores para essas mudanças e, posteriormente, treinamentos para as novas ferramentas.

Muito embora a IA ajude no dia a dia em tarefas rotineiras, as habilidades comportamentais, os softskills como a comunicação, liderança, empatia e colaboração continuam fazendo a diferença para quem deseja crescer na carreira. Por isso também é fundamental que as empresas tenham em seus treinamentos o foco no desenvolvimento tanto das habilidades técnicas quanto comportamentais, porque ambas são essenciais.

A meu ver, acredito que o futuro da IA no Brasil e mundo é promissor, porque a tecnologia consegue chegar a mais pessoas, além de trazer praticidade e dinamismo à jornada dos colaboradores nas empresas, que acabam permanecendo um período maior nas companhias, fortalecendo a marca empregadora. Ao investir em IA, as empresas já mostram que o futuro chegou e estão preparadas para todos os desafios e potencialidades que ela oferece.

Por Samir Iásbeck, CEO e Fundador do Qranio.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.