book_icon

Projeto de segurança do trabalho do Inatel e da Nokia Brasil recebe prêmio

O Digital H&S Improvement foi reconhecido no Nokia – Health and Safety Recognition Awards 2024, evento que premia os melhores projetos de saúde e segurança no trabalho da Nokia no mundo

Projeto de segurança do trabalho do Inatel e da Nokia Brasil recebe prêmio

Um projeto desenvolvido entre a Nokia Brasil e o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) ganhou o reconhecimento da multinacional finlandesa. O prêmio Nokia – Health and Safety Recognition Awards 2024, evento que premia os melhores projetos de saúde e segurança no trabalho da Nokia no mundo, destacou o Digital H&S Improvement, desenvolvido entre os dois centros em 2023.

Em 2022, havia um número significativo de acidentes de trabalho envolvendo as equipes de campo das empresas terceirizadas da Nokia. A partir da análise de risco dos funcionários, que antes era feita apenas uma vez, no início das ações, um programa foi desenvolvido em colaboração com o Inatel Competence Center (ICC).

Já são cinco anos de trabalhos bem-sucedidos entre o Inatel e a Nokia. O time do Inatel, composto por 80 profissionais, cuida atualmente de atividades remotas da área de Serviços em Comunicações Móveis da multinacional no Brasil

O projeto propôs a digitalização da análise e a implementação de um checklist diário com materiais fotográficos da equipe envolvida em campo com o uso de EPIs, atendendo às normas de segurança, como a NR10 e NR35. Assim, foi possível prevenir possíveis acidentes, uma vez que a liberação da equipe de campo só acontece após o time do Inatel fazer a auditoria remota das imagens e verificação do checklist.

Em 2023, com o Digital H&S Improvement em andamento, o número de acidentes foi reduzido a zero. A aplicação colocou diversas empresas terceirizadas em dia com as documentações e normas regulamentadoras para trabalho em campo. “Nossa garantia é que o processo seja cumprido para que as vidas humanas envolvidas sejam mantidas”, comemora Frederico de Paula Campos, líder técnico do Inatel.

A cerimônia aconteceu de forma remota para os colaboradores Nokia. O reconhecimento seguiu em forma nominal e colaborativa, estando o time do Inatel entre os parceiros citados do projeto. “Como profissional da área, ver todos engajados e comprometidos com um objetivo comum, que é a preservação das vidas e a prevenção de acidentes, é extremamente motivador. Esse é o nosso verdadeiro prêmio”, conta Sueli Macedo, engenheira de Segurança do Trabalho para Projetos da Nokia.

Digital H&S Improvement

O projeto foi implementado com uma medida para que as empresas terceirizadas pela Nokia estivessem em conformidade com as normas reguladoras em saúde ocupacional. Em caso de inconsistência no sistema, que é monitorado de forma remota pela equipe do Inatel, o time terceiro é impedido de começar as operações no dia da auditoria. “Esse foi um dos pontos de contribuição que nos ajudou a incentivar as equipes a cumprirem o trabalho corretamente”, explica Kaio Mendes Pereira, líder da equipe do Digital Enable Center (DEC) do Inatel.

A partir das análises dos dados, a Nokia também tem a possibilidade de mensuração de KPIs de segurança do trabalho. Em caso de reporte de evento (acidente), e no mesmo dia o time Inatel tenha sinalizado que há alguma informação que possa gerar riscos para a saúde do colaborador, a equipe terceirizada é notificada.

Mendes explica que, em geral, o apontamento da auditoria é bem aceito para não gerar atrasos nas ações que serão desenvolvidas. Assim que a situação é normalizada, a terceira é liberada para começar a operação. No momento, o programa é aplicado em diversas localidades em que a Nokia possui bases de trabalho, e está em constante desenvolvimento e evolução.

Já são cinco anos de trabalhos bem-sucedidos entre o Inatel e a Nokia. O time do Inatel, composto por 80 profissionais, cuida atualmente de atividades remotas da área de Serviços em Comunicações Móveis da multinacional no Brasil. “O Inatel é um parceiro que queremos por longa data e que está com a gente por toda a vida”, explica Roberto Spagnolo, gerente de Segurança do Trabalho da Nokia.

Essa internacionalização faz parte de um processo de consolidação da parceria que iniciou pequena, em 2019, quando a Nokia decidiu trazer para o Brasil um serviço que era desenvolvido por um outro parceiro, visando, entre outros benefícios, a redução de custos. “Começamos com uma equipe de dez pessoas, atendendo a clientes de Minas Gerais, e esse trabalho foi se estendendo para outras regionais até abranger clientes de todo o território nacional”, avalia Alexandre Sant’anna, diretor de Serviços para Atividades Remotas na América Latina da Nokia.

Para o professor André Abbade, que coordena as atividades desenvolvidas para a Nokia no Inatel, é de extrema importância para a instituição ter uma parceria com uma empresa desse porte. “É um projeto que podemos trazer profissionais do mercado para dentro do Inatel e compor um time com profissionais formados por nossa instituição, logo, traz conhecimentos para a academia e também poderemos levar esse conhecimento da academia para as empresas do setor. Esses são alguns dos objetivos que temos e essa parceria tem tudo para cumprir com eles”, finaliza.

 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.