book_icon

OpenRAN@Brasil divulga startups selecionadas em chamada pública

Seis startups foram contempladas e receberão capacitação técnica para utilizar o testbed do OpenRAN@Brasil em seus projetos envolvendo tecnologia 5G

OpenRAN@Brasil divulga startups selecionadas em chamada pública

O Programa OpenRAN@Brasil, conduzido pela RNP (Rede Nacional de Pesquisa) em parceria com o CPQD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações), divulgou o resultado da chamada pública voltada a startups interessadas em utilizar sua plataforma de testes (testbed). Seis startups foram contempladas nessa chamada pública, que teve como objetivo selecionar empresas que estejam desenvolvendo aplicações 5G, ou que possam se beneficiar da tecnologia 5G.

As startups selecionadas receberão capacitação técnica para utilizar o testbed OpenRAN@Brasil, suporte financeiro para desenvolvimento do projeto e acesso a terminais para experimentação (celulares 5G, óculos de realidade aumentada etc.) disponibilizados nos sites do ambiente. Inicialmente, serão dois espaços de experimentação: um localizado na RNP, no Rio de Janeiro, e outro no CPQD, em Campinas.

A chamada pública recebeu 50 propostas, em temas relacionados à Indústria 4.0, Saúde, Agroindústria, Telecomunicações, Entretenimento, Educação e Cidades Inteligentes. As empresas terão a oportunidade de utilizar o ambiente de experimentação, onde poderão explorar o potencial de flexibilidade, adaptabilidade e inteligência oferecido pela plataforma.

Conheça as seis startups selecionadas:

Acta Robotics
Tema: Indústria 4.0
Proposta: adaptar o Kappabot, um inovador Robô Móvel Autônomo (AMR), para funcionamento otimizado nas redes 5G. Este avanço visa incorporar as capacidades de conectividade 5G ao Kappabot, ampliando sua eficácia operacional, segurança e integração sistêmica em ambientes industriais e logísticos. A transição para a tecnologia 5G promete revolucionar a autonomia e a eficiência do Kappabot, permitindo comunicações mais rápidas e confiáveis, essenciais para operações complexas e em tempo real.

Anilx
Tema: Telecomunicações
Proposta: desenvolvimento de módulos de captura e análise de informações de redes 5G para o sistema Flashboard, desenvolvido pela empresa. Por meio do desenvolvimento de aplicações para o módulo de RAN Inteligence Controller (RIC) da arquitetura OpenRAN, é possível coletar dados dos roteadores 5G dos ISPs. Estes dados são alimentados ao sistema Flashboard, permitindo que o ISP possa monitorar a qualidade do enlace entregue aos clientes e tomar decisões semelhantes às realizadas nos CPEs de fibra óptica. Com informações como a qualidade do sinal 5G entregue no roteador e o consumo de banda do cliente, o ISP pode reagir rapidamente se a qualidade estiver abaixo do esperado pelo cliente, evitando um cancelamento de plano. É possível também a análise e detecção, com maior rapidez, de regiões com problemas de sinal.

Cromai
Tema: Agritech
Proposta: avaliar a viabilidade técnica da conexão 5G para o seu produto denominado Cromai Sentinel, um dispositivo embarcado equipado com uma inteligência artificial capaz de realizar cálculos e mensurar a porcentagem de impureza vegetal de amostras de cana-de-açúcar por visão computacional. Com a tecnologia 5G, o dispositivo poderá agregar os seguintes benefícios: aumento na velocidade de recebimento de dados; maior agilidade nas análises dos dados e treinamento de modelos; otimizar o monitoramento dos sensores conectados.

Pix Force
Tema: Indústria 4.0
Proposta: o projeto visa proporcionar aprimoramentos na plataforma Pix Safety, uma solução desenvolvida pela Pix Force baseada em tecnologias de Inteligência Artificial (IA) e Visão Computacional (VC), para a supervisão de riscos e segurança do trabalho em ambientes industriais e comerciais. O objetivo é integrar o Pix Safety à infraestrutura de rede aberta e desagregada do Programa OpenRAN@Brasil, garantindo sua interoperabilidade e eficiência na comunicação de dados por meio de rede 5G. Serão monitorados e supervisionados cenários para avaliar a capacidade da plataforma em detectar e responder a situações como acesso não autorizado, falta de uso de EPIs e presença de objetos suspeitos.

Quickium
Tema: Indústria 4.0
Proposta: evolução do produto Quickium Eye, solução de visão computacional voltada para a segurança do trabalho, utilizando o conceito de network slicing. Com isso, os controladores de rede permitem que a única infraestrutura de rede instalada na indústria seja virtualmente segmentada para atender a diferentes requisitos de serviço. Isso significa que as intranets previamente fechadas e isoladas por segurança podem continuar assim, enquanto uma parte da rede 5G, especificamente otimizada para a Quickium Eye, seria facilmente configurável em paralelo para atender às conexões das câmeras.

Ring-0 Networks
Tema: Cibersegurança
Proposta: integração de sua solução ring-0 Firewall à infraestrutura de switches programáveis do testbed OpenRAN@Brasil para fins de experimentação e validação do serviço de navegação segura ofertado pela plataforma. O ring-0 Firewall atua como um firewall ubíquo, inspecionando tráfego em tempo real e realizando seu monitoramento. Após a validação funcional do serviço de navegação segura oferecido pelo ring-0 Firewall, serão realizadas avaliações de desempenho (benchmark) utilizando geradores de tráfego.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.