book_icon

A revolução dos Gêmeos Virtuais abre o caminho para o futuro

Algumas pessoas podem associar “Gêmeos Virtuais” à simples modelagem digital ou 3D de produtos, uma ferramenta que vem sendo adotada há anos nas áreas de criação, produção e engenharia. No entanto, o uso dessa tecnologia pode ser aplicado para além disso e incluir o aprimoramento de produtos.

Nosso mundo está evoluindo; novos modelos de negócios estão surgindo do desejo de “usar” em vez de “possuir”, com inúmeras oportunidades para economias circulares. Já para os negócios mais tradicionais, por outro lado, a necessidade de adoção rápida de tecnologias avançadas, como soluções 5G, IA, AR/VR e SaaS (Software as a Service), é imperativa para se manter à frente do jogo. Com mercados, demandas e climas políticos em rápida evolução, as empresas precisam demonstrar uma agilidade sem precedente.

Imagine um processo de criação de um novo modelo de carro. Quais são as etapas necessárias desde a concepção até a entrega ao consumidor final? Poderíamos listar automaticamente: os processos de design e modelagem do produto, a coinovação com os fornecedores, os testes e as validações de segurança, a produção propriamente dita e a criação da publicidade para o lançamento do carro.

Em cada etapa de um projeto, os Gêmeos Virtuais aprimoram a colaboração entre as equipes, rompendo silos organizacionais e conectando especialistas. Você pode testar quantas ideias quiser antes de trazê-las para o mundo real. O setor automotivo conseguiu migrar para veículos híbridos e elétricos em menos de 10 anos graças a essa tecnologia. Comparativamente, os motores de combustão interna levaram mais de 50 anos para atingir a maturidade que temos hoje.

Partindo-se da aplicação do Gêmeo Virtual para o desenvolvimento de produtos, agora também se torna possível modelar e simular a experiência de uso, conectando o produto ao ambiente. Dessa forma, vários cenários podem ser idealizados e testados para escolher o melhor para as pessoas. Um exemplo disso é o conceito Human 1st Vision.

Entre as inovações que utilizam Gêmeos Virtuais recentemente apresentadas, o veículo conceito “H1st Vision” é um ótimo exemplo de como eles funcionam. Reunindo tecnologia automotiva e hiperpersonalização conectadas à infraestrutura, esse modelo representa o futuro da mobilidade.

A promessa transformadora dos Gêmeos Virtuais tem uma ampla gama de aplicações, desde a criação de novas ideias de negócios até novas experiências de consumo. De chips e carros, passando pelo desenvolvimento de eVTOL para cidades inteligentes, e chegando até mesmo ao setor de saúde e ciências – como o Living Heart Project, que propõe a modelagem personalizada do coração de um paciente para prever a probabilidade de desenvolver doenças cardíacas ou simular o impacto de determinados medicamentos. O limite é a imaginação quando se trata de Gêmeos Virtuais.

Por Laurence Montanari, vice-presidente de Transportation and Mobility Industry da Dassault Systèmes.

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.