book_icon

5G impulsiona mudança nas estratégias de FWA dos provedores de serviços

A velocidade, o manuseio de dados e os recursos de baixa latência do 5G FWA também aumentam a atratividade dos planos tarifários FWA baseados em velocidade para CSPs

5G impulsiona mudança nas estratégias de FWA dos provedores de serviços

O Acesso Sem Fio Fixo (FWA) continua apresentando forte crescimento em caso de uso 5G para Provedores de Serviços de Comunicação (CSPs) globalmente, com um aumento acentuado no ano passado no número de CSPs que oferecem o serviço. É o que mostra o Relatório de Mobilidade da Ericsson, que traz as últimas previsões da indústria móvel, detalhamentos regionais e estudos de caso de clientes.

Dos CSPs amostrados para o estudo da Ericsson (310 globalmente), 241 ofereciam serviços FWA em abril de 2024. Destes, 128 (cerca de 53%) incluíram uma oferta 5G FWA. Trata-se de um aumento de 12 pontos percentuais em relação ao período correspondente em 2023 – um crescimento de 29%.

A velocidade, o manuseio de dados e os recursos de baixa latência do 5G FWA também aumentam a atratividade dos planos tarifários FWA baseados em velocidade para CSPs – com parâmetros de dados de downlink e uplink – semelhantes às ofertas de cabo ou fibra.

O tráfego de dados da rede móvel cresceu 25% ano a ano entre o final de março de 2023 e o final de março de 2024, impulsionado principalmente pela migração de assinantes para gerações posteriores e serviços intensivos em dados, como vídeo

Isso ajudou a impulsionar um crescimento de quase 50% no número de provedores de serviços que oferecem tarifas baseadas na velocidade 5G FWA no ano passado – com 40% de todos os CSPs FWA agora fazendo isso. Atualmente, a FWA só perde para a banda larga móvel aprimorada (eMBB) como um caso de uso do 5G.

“O Relatório de Mobilidade da Ericsson de junho de 2024 mostra uma forte aceitação contínua das assinaturas 5G. Banda larga móvel aprimorada e acesso fixo sem fio são os principais casos de uso, com sinais de que os recursos 5G estão influenciando as ofertas de acesso sem fio fixo dos provedores de serviços. O relatório também destaca a necessidade de maior implementação da tecnologia 5G Standalone para realizar plenamente o potencial do 5G”, disse Fredrik Jejdling, vice-presidente executivo e chefe de Redes da Ericsson.

Cerca de 300 CSPs em todo o mundo já oferecem serviços 5G, dos quais cerca de 50 lançaram o 5G Standalone (5G SA).

Nas assinaturas, o 5G continua crescendo em todas as regiões. Cerca de 160 milhões de assinaturas 5G foram adicionadas globalmente nos primeiros três meses de 2024 – elevando o total para mais de 1,7 bilhão. Quase 600 milhões de novas assinaturas são esperadas em 2024 como um todo.

Os pesquisadores estimam que as assinaturas 5G estarão perto de 5,6 bilhões até o final de 2029 – com a cobertura global da população 5G além da China continental devendo dobrar de 40% no final de 2023 para 80% até o final de 2029.

Espera-se que o 5G represente cerca de 60% de todas as assinaturas móveis até o final de 2029.

Regionalmente, a América do Norte deve ter a maior penetração até o final de 2029, com 90% (ou 430 milhões) das assinaturas esperadas para ser 5G.

Na Índia, as assinaturas 5G devem crescer de 119 milhões no final de 2023 (cerca de dez por cento de todas as assinaturas móveis no país) para cerca de 840 milhões (65 por cento de todas as assinaturas) até o final de 2029.

Sobre a experiência do usuário, estatísticas de um provedor de serviços líder revelam que 97% de todas as atividades do usuário na banda média 5G alcançaram um tempo de conteúdo inferior a 1,5 segundos, em comparação com 67% na banda baixa 5G e 38% na 4G (todas as bandas).

A cobertura populacional de banda média 5G fora da China continental atingiu 35%. A América do Norte e a Índia fizeram implementações rápidas, superando 85% e 90% de cobertura de banda média, respectivamente.

Ano a ano, o tráfego de dados da rede móvel foi ajustado para baixo pelos pesquisadores do Relatório de Mobilidade da Ericsson em comparação com o relatório de novembro de 2023. Isso se deve a mudanças nos dados subjacentes, como números mais baixos relatados por reguladores e prestadores de serviços em mercados populosos para o segundo semestre de 2023.

O tráfego de dados da rede móvel cresceu 25% ano a ano entre o final de março de 2023 e o final de março de 2024, impulsionado principalmente pela migração de assinantes para gerações posteriores e serviços intensivos em dados, como vídeo.

Prevê-se que o tráfego de dados móveis cresça com uma taxa anual composta de cerca de 20% até o final de 2029. Cerca de um quarto de todos os dados da rede móvel foram tratados pelo 5G até o final de 2023. A previsão é que esse número cresça para cerca de 75% até o final de 2029.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.