book_icon

Consumidores de Realidade Aumentada vão duplicar em cinco anos

Novo relatório do Ericsson ConsumerLab mostra que os consumidores estão ansiosos por dispositivos AR móveis e estão dispostos a pagar 20% a mais pela portabilidade

Consumidores de Realidade Aumentada vão duplicar em cinco anos

Os primeiros adeptos de Realidade Aumentada (AR) entrevistados pela Ericsson esperam que o número de consumidores que combinam dispositivos AR – como óculos de AR com Inteligência Artificial (IA) conectados a smartphones 5G, duplique nos próximos cinco anos. A expectativa dos consumidores é descrita em um novo relatório do Ericsson ConsumerLab – chamado Augmented Tomorrow: AR Experiences Beyond Smartphones and AR Filters (em português “Amanhã Aumentado: Experiências de AR além de Smartphones e Filtros de AR”).

O estudo conclui que a evolução do mercado de AR exigirá esforços de uma série de participantes do ecossistema para impulsionar o desenvolvimento tecnológico e a adoção pelo consumidor

A pesquisa abrange percepções de 10 mil consumidores pioneiros em todo o mundo – representando cerca de 280 milhões de pessoas – por meio de entrevistas aprofundadas e consultas online em dez mercados: Reino Unido, Alemanha, Suécia, Japão, China Continental, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, EUA, Brasil e Austrália. O relatório constata um interesse crescente em habilidades de realidade estendida (XR) entre os primeiros usuários. Os fatores que influenciam a adoção no mercado de massa abrangem desafios tecnológicos, sociais, de design e de privacidade.

O Ericsson ConsumerLab explora as expectativas dos consumidores em XR desde 2017. O último relatório aborda a adoção atual de XR pelos consumidores e suas expectativas sobre experiências e dispositivos de AR nos próximos cinco anos. As principais conclusões são:

Dobro de adoção: o número de consumidores que combinarão smartphones e dispositivos de AR duplicará nos próximos cinco anos.

Demanda por mobilidade: os consumidores estão ansiosos por dispositivos AR móveis e estão dispostos a pagar 20% a mais pela portabilidade.

Avanços tecnológicos: à medida que a tecnologia de AR avança e se adapta ao ambiente geoespacial, as experiências de XR se tornarão mais diversificadas e exigirão mais da conectividade 5G.

Privacidade: a privacidade de espectadores ainda é uma grande preocupação, o que dificulta a adoção dos dispositivos.

O estudo conclui que a evolução do mercado de AR exigirá esforços de uma série de participantes do ecossistema para impulsionar o desenvolvimento tecnológico e a adoção pelo consumidor. A colaboração dentro do ecossistema será essencial para impulsionar a tecnologia AR em todo o seu potencial, concentrando-se na melhoria da conectividade, garantindo transições perfeitas entre dispositivos, melhorando a relevância da aplicação e do conteúdo, abordando questões de privacidade e moldando a aceitação social dos dispositivos AR/MR.

“Nosso relatório cobre exclusivamente a evolução dos casos de uso de AR do consumidor nos próximos cinco anos, delineando uma transição em três estágios. Prevemos que os óculos de AR com IA conectados a smartphones 5G como um passo intermediário fundamental, impulsionando uma adoção mais ampla e levando a aplicações cada vez mais sofisticadas, abrindo caminho para um futuro AR totalmente imersivo”, disse Jasmeet Singh Sethi, head of ConsumerLab da Ericsson .

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.