book_icon

Vazamentos de Dados dispararam no Brasil

A América do Sul representa 4% dos vazamentos (614 milhões). A Europa lidera, representando 30%, seguida pela América do Norte (20%) e Ásia (15%)

Vazamentos de Dados dispararam no Brasil

De acordo com uma análise recente realizada pela empresa de cibersegurança Surfshark revela que o Brasil teve 5,3 milhões de contas vazadas no primeiro trimestre de 2024. Isso é mais do que em todo o ano de 2023, quando 3,3 milhões de contas foram vazadas no Brasil. O estudo da Surfshark remonta a 2004 e revela que, no total, 354,2 milhões de contas foram vazadas no Brasil durante este período, destacando a necessidade urgente do país de medidas mais rigorosas de cibersegurança.

“Embora os vazamentos de Dados estivessem diminuindo no Brasil por um tempo, o primeiro trimestre de 2024 viu um aumento repentino, com contas violadas atingindo níveis não vistos desde 2021. O número de violações aumentou sete vezes em comparação com o trimestre anterior. Isso é grave e destaca a necessidade urgente de as organizações fortalecerem suas defesas cibernéticas, bem como de as pessoas prestarem mais atenção à cibersegurança”, afirma Diou Faria, gerente nacional da Surfshark.

Se o endereço de e-mail foi vazado com mais informações pessoais como nome e endereço, os golpistas podem até mesmo ser capazes de se passar pela vítima para vários propósitos maliciosos 

Desde 2004, 156 milhões de senhas foram vazadas no Brasil. Aliada ao endereço de e-mail do usuário, uma senha vazada o coloca em perigo de usurpação de conta, o que pode levar ao roubo de identidade, extorsão ou outros crimes cibernéticos.

A América do Sul representa 4% dos vazamentos (614 milhões). A Europa lidera, representando 30%, seguida pela América do Norte (20%) e Ásia (15%).

Em ordem decrescente, os dez países mais violados desde 2004 foram os EUA (3B), Rússia (2,4B), China (1,1B), França (521,6M), Alemanha (486,7M), Brasil (354,2M), Reino Unido (321,9M), Índia (320,5M), Itália (266,8M) e Canadá (213,8M).

Quando uma conta de e-mail é violada, o usuário corre o risco de engenharia social e roubo de identidade. Golpistas podem enviar e-mails falsos fingindo ser de organizações legítimas, e esses e-mails podem conter links com vírus de computador ou solicitações para divulgar informações pessoais ainda mais. Se o endereço de e-mail foi vazado com mais informações pessoais como nome e endereço, os golpistas podem até mesmo ser capazes de se passar pela vítima para vários propósitos maliciosos.

Se você suspeitar que suas informações foram violadas, você deve:
Alterar as senhas de suas contas imediatamente

Ativar a autenticação de dois fatores sempre que possível

Entrar em contato com seu banco se suas informações de cartão de crédito foram vazadas

Verificar seus dispositivos em busca de malware

Ficar atento a golpes se seu e-mail, número de telefone ou outras informações de contato foram vazadas.
Para obter mais informações sobre o Mapa de Vazamento de Dados da Surfshark, visite o link: https://surfshark.com/research/data-breach-monitoring

METODOLOGIA
Um vazamento de Dados ocorre quando Dados confidenciais e sensíveis são expostos a terceiros não autorizados. Neste estudo, tratamos cada endereço de e-mail violado ou vazado usado para se registrar em serviços online como uma conta de usuário separada, que pode ter sido vazada com informações adicionais, como senha, número de telefone, endereço IP, código postal e mais.

Os Dados foram coletados por nossos parceiros independentes em 29.000 bancos de Dados publicamente disponíveis e agregados por endereço de e-mail. Para determinar a localização do endereço de e-mail, o mecanismo de nossos parceiros examinou vários parâmetros associados, como nomes de domínio, endereços IP, locais, coordenadas, moeda ou números de telefone. Esses Dados foram então anonimizados e repassados aos pesquisadores da Surfshark para analisar seus resultados estatisticamente.

O Mapa Mundial de Vazamento de Dados é atualizado mensalmente com os dados mais recentes de nossos parceiros independentes. Países com uma população de menos de 1 milhão de pessoas não foram incluídos na análise.

Serviço
surfshark.com/research
surfshark.com/research/data-breach-monitoring/methodology
surfshark.com/research/data-breach-monitoring

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.