book_icon

Concentração na Nuvem é risco emergente para muitas empresas, diz Gartner

O risco associado à dependência de um fornecedor de Nuvem específico para múltiplas capacidades de negócios está entre os cinco principais riscos emergentes

Concentração na Nuvem é risco emergente para muitas empresas, diz Gartner

O risco associado à dependência de um fornecedor de Nuvem específico para múltiplas capacidades de negócios está entre os cinco principais riscos emergentes para as organizações pelo segundo trimestre consecutivo, de acordo com uma pesquisa do Gartner.

Em setembro de 2023, o Gartner entrevistou 294 executivos de risco sobre suas opiniões sobre riscos emergentes ou riscos além do horizonte. O Relatório de Riscos Emergentes do Gartner 3T23 contém informações detalhadas sobre o possível impacto, prazo, nível de atenção, oportunidades percebidas e muito mais para 20 riscos emergentes.

Atualmente, se os benefícios do uso da Nuvem pública são considerados estrategicamente importantes para uma empresa, não existem muitas soluções óbvias para eliminar totalmente o risco

“O risco associado à concentração na Nuvem está perdendo rapidamente seu status de ‘emergente’, pois está se tornando um risco amplamente reconhecido para a maioria das empresas”, disse Ran Xu , diretor de Pesquisa do Gartner Legal Risk & Compliance Practice. “Muitas organizações estão agora numa posição em que enfrentariam graves perturbações no caso de falha de um único fornecedor”, observou.

A viabilidade de terceiros e a disponibilidade de IA generativa em massa também estão entre as cinco primeiras pelo segundo trimestre consecutivo , com a viabilidade de terceiros no topo da lista em ambas as ocasiões. “A posição contínua da viabilidade de terceiros reflecte mudanças em curso nas redes da cadeia de abastecimento, efeitos inflacionários desiguais e pressões laborais contínuas que alimentam receios de que terceiros possam tornar-se insolventes”, disse Xu. “A disponibilidade de IA generativa em massa preocupa os líderes de risco porque quase todos agora têm acesso fácil a modelos de IA com diretrizes nascentes (ou inexistentes) em vigor”, afirmou.

Concentração na Nuvem

O risco de concentração na Nuvem surgiu porque muitas organizações optaram por concentrar seus esforços de TI em um punhado de fornecedores estratégicos, a fim de reduzir a complexidade da TI e, portanto, também os riscos, os custos e os requisitos de habilidades. Para agravar o problema, um punhado de fornecedores de hiperescala dominam os mercados globais e regionais com capacidades técnicas, alcance comercial e ecossistemas de parceiros superiores.

“Onde as organizações optaram por hospedar seus serviços de TI em Nuvens públicas, não há muitas maneiras óbvias de evitar o risco de concentração e, ao mesmo tempo, manter os benefícios dos serviços em Nuvem”, disse Xu. “Além disso, as regulamentações a nível nacional e subnacional divergem sobre o risco de concentração, a anticoncorrência, a soberania dos dados e as regras de privacidade relativas aos serviços em Nuvem – complicando ainda mais o quadro”, comentou.

Existem três consequências potenciais principais deste risco, de acordo com especialistas do Gartner.

Amplo “raio de explosão” de incidentes: quanto mais aplicações (e processos de negócios) dependerem de um determinado provedor de nuvem, maior será a amplitude potencial do impacto de um problema de serviço de nuvem, o que pode aumentar as preocupações com a continuidade dos negócios.

Alta dependência do fornecedor: a dependência concentrada de um determinado fornecedor pode reduzir as opções tecnológicas futuras e permitir que os fornecedores exerçam uma influência significativa sobre o futuro tecnológico da organização.

Falhas na conformidade regulamentar: as organizações podem não conseguir satisfazer as exigências regulamentares para abordar o risco de concentração entre diferentes organismos reguladores, que podem ter abordagens diferentes ao risco de concentração.

“Atualmente, se os benefícios do uso da Nuvem pública são considerados estrategicamente importantes para uma empresa, não existem muitas soluções óbvias para eliminar totalmente o risco”, disse Xu. “É por isso que é especialmente importante que as empresas tenham um plano de continuidade bem pensado para colocar em ação caso enfrentem quaisquer problemas importantes de serviço em Nuvem”, finalizou.

Serviço
www.gartner.com

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.