book_icon

A Ericsson está impulsionando a industrialização do Open RAN

A empresa acredita que as redes futuras precisam ser cada vez mais resilientes, abertas, sustentáveis ​​e inteligentes, e o Open RAN desempenha um papel importante neste sentido

A Ericsson está impulsionando a industrialização do Open RAN

A Ericsson reforçou o seu compromisso em liderar a industrialização do Open RAN e trazer os benefícios da arquitetura de rede aberta baseada na Nuvem para a indústria, incluindo suporte para Fronthaul aberto nos seus portfólios Cloud RAN e rádio.

Através da sua liderança na Aliança O-RAN, a Ericsson, juntamente com a indústria, atingiu agora os marcos críticos para definir a interface de Fronthaul aberta da próxima geração necessária para trazer desempenho em escala para Open RAN.

A Ericsson está possibilitando um ecossistema de inovações que aceleram o desenvolvimento e a implantação de Open RAN de alto desempenho e custo-eficiente em escala

A Ericsson implementou mais de 1 milhão de rádios prontos para hardware para a próxima geração de tecnologia Open Fronthaul e, com as novas plataformas de rádio lançadas este ano, tem uma oferta completa pronta para Open RAN em seus portfólios de rádios remotos e MIMO Massivos. Além disso, a Ericsson introduzirá suporte para Fronthaul aberto no seu portfólio Cloud RAN a partir de 2024.

“Acreditamos que a maior revolução nas futuras redes móveis é a introdução de redes abertas baseadas na Nuvem, que permitirão uma mudança para redes móveis totalmente programáveis. Estamos possibilitando um ecossistema aberto e crescente de inovação junto com nossos clientes e parceiros. Hoje trazemos mais detalhes sobre nossa transição anunciada anteriormente para a introdução do suporte Open RAN em nosso portfólio”, disse Fredrik Jejdling, vice-presidente executivo e chefe de Redes da Ericsson.

Open RAN em escala industrial

A Ericsson acredita que as redes futuras precisam de ser cada vez mais resilientes, abertas, sustentáveis ​​e inteligentes. O Open RAN desempenha um papel importante na concretização desta visão e a Ericsson pretende liderar a industrialização dos três pilares do Open RAN: Cloudificação, Fronthaul aberto e gestão aberta para programabilidade de rede.

Em um ambiente desagregado, o desempenho do sistema ponta a ponta, a automação usando extensões de software de IA e o desenvolvimento contínuo são essenciais para o alto desempenho. Com a Plataforma de Automação Inteligente da Ericsson (EIAP), a Ericsson está permitindo o gerenciamento de rede de vários fornecedores, melhorando o desempenho da rede e aprimorando a experiência do cliente, ao mesmo tempo em que permite ampla programabilidade RAN para proporcionar economias operacionais.

O EIAP oferece automação em escala industrial para redes de acesso por rádio Cloud RAN, de uso específico e de vários fornecedores, juntamente com um kit de desenvolvimento de software (SDK) aberto e baseado em padrões que capacita e permite a inovação em todo o setor – provedores de serviços, software de terceiros fornecedores e provedores de rede.

A Ericsson está possibilitando um ecossistema de inovações que aceleram o desenvolvimento e a implantação de Open RAN de alto desempenho e custo-eficiente em escala. Exemplos recentes incluem:

– Ericsson e Google Cloud expandem colaboração de sucesso com oferta Cloud RAN.

– Ericsson e Intel avançam com 5G otimizado.

– Ericsson colabora com Dell Technologies em Cloud RAN.

– Ericsson fecha acordo Cloud RAN com AMD.

– Ericsson, Intel e HPE fazem primeira ligação Cloud RAN.

Serviço
www.ericsson.com

 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.