book_icon

Intelbras desenvolve Canais para a venda de soluções de Redes corporativas

Com nova oferta de switches para o núcleo das redes, Wi-Fi para ambientes críticos e software de gerenciamento, fabricante fecha parcerias com integradores especializados em grandes empresas

Intelbras desenvolve Canais para a venda de soluções de Redes corporativas

Lançada no final de 2023, a Linha Future marca a entrada da Intelbras como fornecedora de soluções fim a fim para redes corporativas. Junto à ampliação do portfólio de switches gerenciáveis, WLANs (pontos de acesso e roteadores Wi-Fi) e software de gerenciamento, a fabricante neste momento também firma parcerias com novos Canais, especializados em projetos com soluções de infraestrutura.

“O parceiro ganha oportunidade de chegar ao backbone das redes corporativas. Junto às ofertas de dispositivos de acesso, agora podem entregar uma solução completa às grandes contas”, diz Elton Thiesen, gerente de Desenvolvimento da Intelbras (foto).

O objetivo é treinar os parceiros para todo o processo, do desenho da rede ao suporte pós-venda

Nas unidades de Segurança (sistemas de Telemetria, monitoramento, automação urbana e outras aplicações setoriais com dispositivos inteligentes) e Energia, a Intelbras já mantinha uma forte presença em projetos de grandes organizações. Em Redes, para entrar no segmento corporativo foram fechadas novas parcerias com integradores especializados. “São mercados diferentes e tivemos que investir muito para estender nossa qualidade à oferta corporativa”, informa Thiesen. Ele conta que foi preciso criar um ecossistema de parceiros de venda e implementação que conhecem e dominam a dinâmica desse segmento.

Atualmente, a Intelbras desenvolve um programa de certificação para a Linha Future. “O objetivo é treinar os parceiros para todo o processo, do desenho da rede ao suporte pós-venda”, adianta o gerente de Desenvolvimento da companhia. Também há apoio para os atuais parceiros a escalar sua oferta. “Mas isso é uma trajetória que requer investimentos e algum tempo de maturação”, pondera.

Desafios e vantagens competitivas
Embora enfatize as funcionalidades e a qualidade técnica como principal critério de comparação, Thiesen reconhece que um fabricante brasileiro agrega vantagens como menor exposição a risco de câmbio; suporte de todos os níveis em Português; acesso a financiamento pelo BNDES (Finame); proximidade das áreas de treinamentos à Engenharia; e agilidade e eficiência reconhecidas no pós-venda.

Nessa nova arena competitiva, a fabricante passa a concorrer com grandes marcas globais, o que poderia criar barreiras para entrada nas grandes contas. “Estávamos preparados para isso, mas tivemos uma grata surpresa. Os CIOs e CTOs têm se mostrado muito objetivos e quando conhecem nossa tecnologia as portas se abrem”, comemora o gerente de Desenvolvimento da Intelbras.

Serviço
https://www.intelbras.com/pt-br/

                                                                                                                                                                                                          Publieditorial

 

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.